Vítima da violência


Criança de 11 anos morre em tiroteio no Prosamim do São Raimundo

Outras duas pessoas também morreram. Uma delas, conhecida como "Loirinho", era o alvo dos criminosos, segundo a polícia

| Foto: Divulgação

Manaus - A violência continua fazendo vítimas inocentes em Manaus. Na noite do último domingo (15), o pequeno Rafael Correa Sousa de Vasconcelos, de 11 anos, e a estudante Milena Vale da Silva, 19, foram vítimas de um tiroteio.  O caso ocorreu na rua Boa Vista, localizada no Prosamim do bairro São Raimundo, Zona Oeste da capital.

Além deles, Júlio César Ferreira dos Santos, 20, conhecido como “Loirinho”, também foi assassinado. Para polícia, o alvo dos atiradores seria apenas “Loirinho”. Ele tinha passagem por tráfico de drogas. 

O atentado 

Testemunhas informaram aos policiais da 5ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) que tres criminosos chegaram no local em um carro, modelo Siena, de cor vermelho, e placa não identificada. 

Os criminosos passaram perto de um grupo de pessoas e efetuaram vários tiros e fugiram sem serem identificados.

Rafael caminhava pelo local, quando foi atingido com um tiro no tórax. A família de Milena contou à polícia, que ela teria ido a uma lanchonete e foi baleada no estabelecimento. A estudante levou um tiro nas costas.

Já “Loirinho”, que estava em via pública foi alvejado no peito. Os três foram socorridos, mas morreram no Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do São Raimundo. Os corpos deles encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML).

A motivação e a autoria do ataque estão sendo investigadas pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Leia mais:

Tentativa de Homicídio: Mais um homem é baleado no Centro de Manaus

Homem é morto a tiros no centro de Manaus na noite de sábado

Armados, dois jovens e um adolescente assaltam linha 418 em Manaus