Fonte: OpenWeather

    Sanguessuga


    Envolvidos em fraude, servidores do Detran-AM são presos em operação

    Conforme a polícia, os funcionários públicos eram aliciados por despachantes e chegavam a receber propina mensal de R$ 5 mil para participar do esquema

    Material apreendido durante a operação policiai
    Material apreendido durante a operação policiai | Foto: Ayrton Senna Gazel

    Manaus - Após um ano de investigação, forças de segurança do Amazonas desarticularam, nesta quarta-feira (2), durante a operação ''Sanguessuga", uma organização criminosa responsável por fraudar mais de R$ 30 milhões em impostos estaduais e federais. As ações resultaram na prisão de 25 pessoas, entre elas estão servidores e estagiários do Departamento Estadual do Trânsito do Amazonas (Detran-AM). 

    As equipes policiais atuaram desde as primeiras horas desta quarta e cumpriram 83 mandados de prisão, busca e apreensão em diferentes pontos de Manaus e de Iranduba, a 26 quilômetros de distância da capital.

    Com os suspeitos, que não tiveram as identidades divulgadas, foram apreendidos R$ 100 mil e 1 mil dólares, em dinheiro, 15 veículos, duas armas de fogo, três quilos de entorpecentes, mais de 30 computadores e documentos.

    Polícia realiza busca e apreensão durante operação | Autor: Divulgação
     

    Alvos 

    O diretor Departamento Estadual de Trânsito, Rodrigo Sá, destacou que entre os alvos da operação estão despachantes documentalistas, além de servidores, estagiários e ex-estagiários do Detran-AM.

    Ainda conforme Rodrigo, os funcionários públicos eram aliciados pelos despachantes e chegavam a receber propina mensal de R$ 5 mil para participar do esquema. "Dos 25 mandados de prisão que tinham sido cumpridos até o final da manhã desta quarta, oito são de pessoas ligadas diretamente ao Detran", informou Sá.

    Início das investigações 

    As investigações que apuram o esquema criminoso começaram há um ano, quando o Departamento de Trânsito identificou condutas suspeitas no sistema de registro de veículos.

    Após trabalhos da Polícia Civil, foi comprovado a existência de uma estrutura fraudulenta voltada à sonegação de tributos estaduais e federais.

    O grupo, formado por servidores, ex-servidores e estagiários do órgão e despachantes, fradou cerca de R$ 30 milhões em sonegação de impostos como o Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), Produtos Industrializados (IPI) e lucro cessante do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). 

    Operação buscou cumprir 83 mandados de prisão, busca e apreensão. | Autor: Divulgação
     

    De acordo com o delegado Cícero Túlio, titular da Delegacia Especializada em Roubos e Furto de Veículos (DERFV), a quadrilha estava fraudando a emissão de Certificado de Registro de Veículo (CRV) e Certificado de Registro de Licenciamento de Veículo (CRLV), que deviam circular exclusivamente na Zona Franca de Manaus, mas estavam deixando o Estado sem o recolhimento de tributos.

    "Os automóveis eram revendidos para outros estados, com preços inferiores. Foram comercializados carros para o Pará, Mato Grosso, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, por exemplo", explicou o delegado Cícero, responsável por coordenar as investigações.

    Além do não pagamento de tributos, as diligências apontaram que o bando conseguia também emitir segundas vias de documentos CRV, a fim de "esquentar" veículos roubados e clonados. Ou seja, eles clandestinamente auxiliavam quadrilhas que roubavam e clonavam veículos com a emissão de documentos para esses carros trafegarem livremente, conformou detalhou o titular da DERFV.

    Procedimentos 

    Os membros da organização criminosa vão responder por seis crimes diferentes. Associação criminosa, corrupção ativa e passiva, falsidade ideológica, tráfico de influência, inserção de dados falsos em sistema de informação e crimes contra a ordem tributária. 

    Após os procedimentos policiais, o grupo deve ser encaminhado à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficará à disposição da Justiça.

    Veja a coletiva de impressa sobre a operação "Sanguessuga" 

    Leia mais 

    Polícia Federal realiza nova fase da operação 'Sangria' no Amazonas

    PF deflagra operação para prender quadrilha que desviava encomendas

    PF deflagra operação para prender quadrilha que desviava encomendas