Fonte: OpenWeather

    Homicídio em Manaus


    Autor da facada no pescoço de homem em Manaus é adolescente, diz DEHS

    A vítima estava indo até a casa de amigos, quando um cachorro avançou sobre ele e o mordeu, para se defender, ele chutou o animal

    O menor afirmou que fugiu para não ser linchado pela população
    O menor afirmou que fugiu para não ser linchado pela população | Foto: Erlon Rodrigues e Divulgação/PC-AM.

    Manaus - Os policiais civis da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), coordenados pelo delegado Charles Araújo, titular da Especializada, informaram ao Portal Em Tempo que apreenderam neste domingo (6), por volta das 14h, um adolescente de 16 anos, por ter matado o vizinho, Juscelino Nunes da Silva, de 48 anos.

    O crime ocorreu na noite de sábado (5), no bairro Flores, zona Centro-Sul, por conta da vítima ter batido no cachorro do adolescente. 

    Relembre o caso:

    Homem é morto com facada no pescoço após bater em cachorro em Manaus

    De acordo com o delegado, na ocasião do crime, a vítima estava indo até a casa de amigos, acompanhado de sua esposa, quando um cachorro avançou sobre ele e o mordeu, para se defender, ele chutou o animal. Ao seguir adiante, o dono do cachorro soube do ocorrido e foi tirar satisfações com Juscelino, momento em que ocorreu uma discussão entre ambos.

    “Ao término da discussão, Juscelino foi até a casa de seus amigos e pegou uma pá para ir atrás do adolescente, porém o menor já estava com uma faca e desferiu um golpe na vítima, que não resistiu e veio a óbito no local. Após o delito, o adolescente fugiu do local”, explicou Charles.

    Ainda conforme a polícia, o menor entrou em contato por meio de uma advogada, informando onde estava e afirmou que fugiu para não ser linchado pela população. A advogada levou os policiais até o local e o adolescente foi apreendido.

    O adolescente irá responder por ato infracional análogo ao crime de homicídio. Ao término dos procedimentos cabíveis na DEHS, ele será encaminhado para a Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), onde ficará à disposição da Justiça.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Barbeiro é assassinado a tiros no Centro 

    'Resenha' é morto a tiros no Beco Brasileia, na Compensa