Fonte: OpenWeather

    Ação Policial


    Servidor da Casa Militar avisava empresários sobre operações em Manaus

    O funcionário público foi preso durante operação da Delegacia Especializada em Combate à Corrupção. A polícia procura o filho dele por envolvimento no esquema criminoso

     

    Empresários que procuraram os suspeitos irão responder pelo crime de corrupção ativa.
    Empresários que procuraram os suspeitos irão responder pelo crime de corrupção ativa. | Foto: Divulgação

    Manaus - O funcionário público José Renato Guedes  de Matos, de 47 anos, foi preso na manhã desta quarta-feira (3), na rua Arthur Reis, no bairro São Jorge, na Zona Oeste de Manaus. Eles atuavam repassando informações de ações da Central Integrada de Fiscalização (CIF) para empresário do ramo de eventos. 

    Conforme o delegado Guilherme Torres, titular da Delegacia Especializada em Combate à Corrupção (Deccor), José Renato era lotado na Casa Militar e em conjunto com o filho dele identificado como José Renato Ferreira de Matos, de 23 anos, cooptava empresários para obter vantagem indevida. Ele afirmava que poderia redirecionar as rotas de fiscalização para conseguir dinheiro das vítimas. 

    "A CIF envolve vários órgãos e realizou o planejamento para combater aglomerações e festas clandestinas. Ele afirmava aos empresários que iria tirar festas da lista de fiscalização e ganhava dinheiro. O filho dele ajudava indo atrás dos empresários e o suspeito mandava localização em tempo real durante essas operações. Levantamos as informações sobre essa ação e realizamos a prisão dele", explicou o delegado Guilherme Torres.

    A autoridade policial destacou ainda que os empresários que procuraram os suspeitos irão responder pelo crime de corrupção ativa.

    "Com essa prisão, ele vai responder por peculato, corrupção e outros crime. Estamos recebendo mais denúncias e ainda calculando o prejuízo total que ele causou às vítimas. Vamos investigar outras pessoas que também estavam envolvidas nessa ação", destacou. 

    O filho dele continua sendo procurado e os mandados judiciais foram expedidos pela Dra. Sanã Nogueira Almendros de Oliveira, da Central de Plantão Criminal. 

    Assista a entrevista com o delegado Guilherme Torres

    Leia mais 

    Traficante que coordenava delivery de drogas é preso na Cidade Nova

    Policia socorre mulher em canoa e a leva para ter bebê em Coari

    Adolescente é perseguido e morto por membros de facção no Monte Sião