Fonte: OpenWeather

    Maus-tratos a animais


    Casal é preso por matar e comer cães e gatos em Manaus; veja vídeos

    A polícia foi informada que os suspeitos maltratavam os animais e depois matavam para comer dentro de um barraco na região central de Manaus; assista

     

    No local foram encontrados três cachorros amarrados e dois gatos
    No local foram encontrados três cachorros amarrados e dois gatos | Foto: Divulgação

    Manaus - O casal homoafetivo Elizandro F. e Juliano S. foram detidos na noite de quinta-feira (18), após serem acusados de maus-tratos a animais. O caso foi identificado dentro do barraco improvisado onde eles moravam no bairro Presidente Vargas, na Zona Sul de Manaus.

    Conforme a equipe da 24° Companhia Interativa Comunitária (Cicom), a ação iniciou após denúncias anônimas informando que os suspeitos maltratavam os animais e depois matavam para comer.

    "Testemunhas contaram que eles capturaram cachorros durante o dia e a noite matavam animais a pauladas para consumo alimentar. Os latidos dos cachorros foram ouvidos na madrugada", explicou o cabo Randon, em entrevista à imprensa.

    Veja o local dos maus-tratos  

    | Autor: Divulgação
     

    Após diligências no local, foram encontrados três cachorros amarrados e dois gatos. O local estava insalubre com odor de urina e fezes de animais.

    "Os animais ficam presos no barraco que é feito de lona e papelão. Os suspeitos informaram que os animais foram capturados nas ruas mas preferiram ficar calados perante as denúncias. Eles foram detidos e encaminhados à delegacia", relatou a autoridade policial.

    A ocorrência foi apresentada no 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP) e foi acompanhada por representantes da Comissão Especial de Proteção aos Animais da Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Amazonas (OAB-AM) e por um vereador do município. No local foram adotados os procedimentos cabíveis.

    Assista o resgate dos animais 

    | Autor: Divulgação
     

    Leia mais 

    Homem é executado com oito tiros em via pública no Monte Sião

    PM acusado de homicídio de trans tem prisão preventiva decretada

    Homem morre após trocar tiros com policiais da Rocam no São José