Fonte: OpenWeather

    Fiscalização


    CIF fecha quatro motéis durante fiscalizações em Manaus

    Dos cinco locais vistoriados, quatro não apresentaram a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE), de hotelaria ou pousada

     

    Além da Ponta Negra, foram vistoriados motéis nos bairros Compensa, Santo Agostinho e Aleixo
    Além da Ponta Negra, foram vistoriados motéis nos bairros Compensa, Santo Agostinho e Aleixo | Foto: Divulgação/ SSP-AM

    Manaus - Durante as ações da Central integrada de Fiscalização (CIF), na tarde desta sexta-feira (19), quatro motéis foram fechados, em Manaus, por descumprimento do decreto governamental que prevê medidas de restrição para prevenir a Covid-19.  Os estabelecimentos vistoriados funcionavam nas zonas oeste e centro-sul de Manaus.

    Dos cinco locais vistoriados, quatro não apresentaram a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE), de hotelaria ou pousada, e foram autuados pela Vigilância Sanitária Municipal (Visa Manaus), além de estarem descumprindo o Art. 2º do decreto governamental. 

    Em um motel no bairro Ponta Negra, na zona oeste, foi apresentado aos agentes dos órgãos de fiscalização a CNAE, mas o local descumpria o inciso XXIII, do Art. 2º, que autoriza o funcionamento de hotéis e pousadas, desde que este seja restrito ao atendimento de hóspedes em trânsito. Como os responsáveis não apresentaram documentos que comprovassem o funcionamento, segundo as normas estabelecidas, foi dada a orientação para que os clientes fossem retirados do local.

    Além da Ponta Negra, foram vistoriados motéis nos bairros Compensa, Santo Agostinho e Aleixo.

    Participam da CIF desta tarde equipes da Polícia Militar, Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), Vigilância Sanitária Municipal (Visa Manaus), Defesa Civil e Instituto Estadual de Defesa do Consumidor (Procon-AM).

    *Com informações da assessoria

    Leia Mais:

    Plano Emergencial para cultura é debatido com representantes na Aleam

    Adjuto Afonso diz que redução do imposto de bicicleta afeta ZFM

    Bolsonaro reafirma mudanças na Petrobras e mercado reage mal