Fonte: OpenWeather

    Apelo de mãe


    ‘Devolvam o corpo dele’, pede mãe de jovem decapitado em Manaus; veja

    Geovane de Souza Ferreira foi decapitado e teve a cabeça jogada próximo a um campo na comunidade Monte Sião

     

    Leia relatou a reportagem que Geovane morava no Centro, na Zona Sul, mas sempre visitava a avó no Jorge Teixeira
    Leia relatou a reportagem que Geovane morava no Centro, na Zona Sul, mas sempre visitava a avó no Jorge Teixeira | Foto: Suyanne Lima

    Manaus - Leia Ferreira de Souza, de 50 anos, mãe do jovem Geovane Ferreira de Souza, de 19 anos, que teve apenas a cabeça encontrada decapitada no bairro Jorge Teixeira,  na Zona Leste de Manaus, esteve na manhã desta quinta-feira (25), na sede do Instituto Médico Legal (IML) e fez um apelo para que as autoridades encontrem o restante do corpo do filho.

    Apenas a cabeça de Geovane, foijogada por integrantes de uma facção criminosa dentro de uma sacola azul nas proximidades de um campo comunidade Monte Sião.

    "Só faltava dar minha vida por ele. Não me conformo por tanta dor que meu filho sentiu. Me ajuda meu filho a achar teu corpo, onde você foi jogado. Peço um sonho, uma visão, algo que me diga por onde está teu corpo. Tanto que eu te esperava e agora só apareceu a cabeça. Nunca vou esquecer. Você foi um filho que nunca me magoou. Infelizmente preferiu o crime, eu não sei o que vai ser de mim daqui pra frente", lamentou a mãe na porta do IML.

    "Quando eu cheguei no local do encontro da cabeça, reconheci o meu irmão por uma foto. Ele fazia roubo para consumir drogas. Nossa luta é essa, contra o crime, já perdi outros irmãos por homicídio. Queremos o corpo dele, se preciso eu vou buscar e trazer para o IML. O tráfico destrói uma família", declarou a irmã da vítima Adriana Ferreira.

    Leia relatou a reportagem que Geovane morava no Centro, na Zona Sul, mas sempre visitava a avó no Jorge Teixeira. Geovane há alguns anos já havia sido amarrado nas proximidades daquele mesmo campo e quase foi morto pelo "tribunal do crime", mas a polícia impediu a ação criminosa.

    "Meu filho cometia roubos naquela área e a minha mãe já chegou até a pagar dívidas dele para que os traficantes não fizessem nada. Por várias vezes já recebi informações de que eles estaria morto,  mas nunca esperei que quando acontecesse fosse só a cabeça. Queria que pelo menos jogassem o corpo dele na porta de casa. Me ajudem a encontrar o corpo do meu filho", clamou a mulher.

    Conforme a equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Geovane já tinha passagens por crimes contra o patrimônio. Ele era usuário de drogas.

    A cabeça do jovem está na sede do IML, onde foi identificado pela família. Os suspeitos do crime ainda são procurados pela DEHS.

    Veja a transmissão do apelo:

    Leia mais:

    Vídeo: criminosos disfarçados executam homem com 7 tiros no Zumbi

    Em Manaus, homem é executado a tiros na frente de igreja evangélica