Fonte: OpenWeather

    Violência


    Pescador é assassinado pelo primo a mando do irmão no Amazonas

    Segundo a polícia, a tragédia teve início durante uma discussão familiar. A dupla foi presa em flagrante

     

    A vítima ficou com o braço esquerdo dilacerado.
    A vítima ficou com o braço esquerdo dilacerado. | Foto: Reprodução

    Itapiranga - Uma briga familiar terminou em tragédia, na noite da última sexta-feira (26), em Itapiranga, a  226 quilômetros de Manaus. O pescador Jorci Santos, de 38 anos, foi morto a facadas durante uma briga com o próprio irmão, Josiney Santos, 48, e com o primo, identificado como José Amaral, 48. A dupla foi presa em flagrante pela polícia.

    Era por volta das 18h, quando as autoridades foram acionadas para atender uma ocorrência a respeito de uma briga familiar. Já no local, os agentes encontraram Jorci morto, e com vários ferimentos pelo corpo causados por arma branca. Na ocasião, testemunhas apontaram que o autor do crime seria José Amaral, um primo da vítima.

     

    Polícia prendeu dupla suspeita de ter participado de homicídio.
    Polícia prendeu dupla suspeita de ter participado de homicídio. | Foto: Divulgação

    O homem foi encontrado alcoolizado na residência de sua filha. Em depoimento à polícia, ele relatou ter agido em defesa de Josiney, no momento em que ele estava sendo supostamente agredido pela vítima. Durante a briga, o irmão de Jorci teria pedido que o primo atingisse o pescador com um terçado, e foi exatamente o que ele fez.

    Mesmo após ter dilacerado um dos braços de Jorci com a arma branca, José continuou esfaqueando a vítima até a morte, enquanto era encorajado por José a consumar o homicídio. 

    Diante das circunstâncias, os policiais entenderam que os dois familiares participaram diretamente da morte da vítima e os prenderam. Eles foram autuados em flagrante por homicídio, e foram levados para a 38ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), onde permanecerão à disposição da Justiça. 

    Outro caso

    Semanas atrás, um crime também registrado em Itapiranga chocou a população. A adolescente Cristiane Carvalho Guimarães, de apenas 17 anos, narrou a violência pela qual sofreu, e avisou que ia morrer, em uma rede social. A jovem foi dopada, estuprada e assassinada no dia 13 de fevereiro, em um ramal do município. 

    Leia mais

    Em Manaus, carro capota com dois homens baleados a caminho de hospital

    Jovem é assassinado em semana de mortes no Jorge Teixeira

    Homem é assassinado dentro de banheiro em casa no Grande Vitória