Fonte: OpenWeather

    Dia da Mulher


    Operação ‘Resguardo’ apura denúncias de violência doméstica no AM

    As equipes policiais apuram denúncias e realizaram o levantamento de mandados judiciais em aberto, específico de violência contra a mulher

     

    A ação foi motivada pelo aumento do número de casos registrados
    A ação foi motivada pelo aumento do número de casos registrados | Foto: Divulgação

    Manaus – Através da Operação “Resguardo”, que ocorre em todo o Brasil, a Polícia Civil do Amazonas realizou a maior ação de combate a crimes de violência contra a mulher, nesta segunda-feira (8).

    A ação foi coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), com apoio das Delegacias Especializadas em Crimes contra a Mulher (DECCMs) e teve início no dia 28 de janeiro para apurar denúncias de violência doméstica.

    A delegada Débora Mafra acompanhou a operação e ressaltou a importância e o significado das ações, com data no Dia da Mulher. “Sempre damos para a mulher aquela festa tradicional, mas hoje vai ser diferente: estamos participando da Operação ‘Resguardo’, com a delegada geral Emília Ferraz, que abraçou essa causa”, disse.

    As equipes policiais irão apurar denúncias e realizar o levantamento de mandados judiciais em aberto, específico de violência contra a mulher.

    A ação foi motivada pelo aumento do número de casos registrados, durante o período da crise do novo Coronavírus, pelo Disque 100 do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, e pelo Disque 180, da Central de Atendimento à Mulher.

    Denúncias 

    Atualmente, Manaus conta com três DECCMs, localizadas nas zonas centro-sul, sul/oeste e norte/leste. As vítimas podem formalizar denúncias ligando para o número 180, a Central de Atendimento à Mulher, por meio do qual as vítimas de violência serão ouvidas e acolhidas.

    O serviço registra e encaminha denúncias aos órgãos competentes. Ou também podem formalizar a ocorrência por meio do número 181, o disque-denúncia da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    'Faltam políticas públicas de amparo às mulheres', diz Débora Mafra

    No Amazonas, mais de 160 mil mulheres são empreendedoras

    Bancadas femininas registram crescimento no Brasil nos últimos anos