Fonte: OpenWeather

    Homicídio


    Motorista que atropelou grávida em Manaus responderá em liberdade

    Vítima morreu após acidente ocorrido na madrugada de 27 de março

    Manaus - O motorista Maurício L. C. M., de 41 anos, suspeito de causar o acidente de trânsito que vitimou Cláudia Suzany Araújo, que tinha 34 anos e estava grávida de oito meses, responderá pelo crime em liberdade.  Ele se apresentou na Delegacia Especializada em Acidentes de Trânsito (DEAT) na última quarta-feira (7).

    De acordo com o delegado Luiz Humberto Monteiro, titular da especializada, Maurício se apresentou acompanhado de um advogado e contou que não havia ingerido bebida alcoolica antes do acidente

    Ele também relatou que ao virar para a esquerda não viu a motocicleta pilotada pelo esposo da vítima.

    Após a colisão, sem saber o que fazer, ele abandonou o carro, que teve uma pane mecânica, segundo a PC.

    O suspeito irá responder em liberdade por homicídio culposo e lesão corporal grave culposa. O Inquérito Policial (IP) será encaminhado à Vara Especializada em Crimes de Trânsito do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM).

    O caso

    O acidente ocorreu na madrugada de sábado (27), na avenida Tefé, bairro Japiim, Zona Sul de Manaus. Segundo a Delegacia Especializada em Acidentes de Trânsito (Deat), o motorista não possui Carteira Nacional de Trânsito (CNH).

    Capa do Vídeo
    ccccNo vídeo, é possível ver o momento em que a vítima estava na garupa de uma moto conduzida pelo companheiro No vídeo, é possível ver o momento em que a vítima estava na garupa de uma moto conduzida pelo companheiroNo vídeo, é possível ver o momento em que a vítima estava na garupa de uma moto conduzida pelo companheiro quando Maurício acaba atingindo a moto | Autor: Divulgação
     

    Câmeras de segurança flagraram o acidente. No vídeo, é possível ver o momento em que a vítima estava na garupa de uma moto conduzida pelo companheiro dela, quando Maurício, que dirigia um carro modelo Chevrolet Corsa, tenta fazer um cruzamento e acaba atingindo violentamente a moto.

    O suspeito fugiu sem prestar socorro às vítimas e abandonou o veículo em outra rua do mesmo bairro.

    O casal foi levado às presas para o Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, na Zona Leste de Manaus. O marido conseguiu sobreviver, mas Cláudia não resistiu aos ferimentos e morreu horas após ser internada. Ela estava grávida de um bebê de oito meses, que também acabou falecendo.


    Leia Mais:


    Caso Henry: relembre crimes contra crianças que chocaram o Amazonas


    Dr. Jairinho e a mãe de Henry ficarão 14 dias isolados em presídios


    Vídeo: jovem é presa após gravar bebê de 1 ano fumando narguilé