Fonte: OpenWeather

    Ameaça


    Suspeito de tentar matar ex, advogado ameaça delegada em Manaus

    As ameaças ocorreram no momento em que a titular da Delegacia da Mulher cumpria o mandado de prisão, por tentativa de feminicídio, em nome do advogado Marcelo Oliveira

     

    O suspeito também foi autuado em flagrante por coação no curso do processo
    O suspeito também foi autuado em flagrante por coação no curso do processo | Foto: Reprodução

    MANAUS - A delegada Débora Mafra, titular da Delegacia Especializada em Crimes contra a Mulher (DECCM), sofreu ameaças do advogado Marcelo Oliveira Gonçalves, de 40 anos, suspeito de ter tentado assassinar a ex-namorada, uma jovem de 22 anos. Segundo a polícia, a titular da DECCM teria sido ameaçada pelo jurista no momento em que cumpria o mandado de prisão, por tentativa de feminicídio, em nome dele, na manhã de quinta-feira (8).

    O advogado foi capturado na residência onde mora, no bairro Aleixo, Zona Centro-Sul de Manaus. Ele ainda tentou fugir pelos fundos do imóvel, mas acabou sendo detido pelos policiais. No momento em que a delegada Débora Mafra realizava os procedimentos legais, dando a Marcelo as cópias das ordens judiciais, o suspeito disparou ameaças à titular da Delegacia da Mulher.

     

    O advogado foi preso na manhã de quinta-feira
    O advogado foi preso na manhã de quinta-feira | Foto: Reprodução

    "Na hora que repassei os documentos, ele disse a mim, em tom de ameaça: 'você vai ver o que vai acontecer com você'. No mesmo instante, gritei para todos se atentarem ao que ele havia dito e o avisei que ele seria flagranteado por coação no curso do processo. E, por isso, o advogado foi preso tanto pelo mandado de prisão, por tentativa de feminicídio, quanto em flagrante, por querer me intimidar pelo fato de eu estar à frente do inquérito policial", afirmou a delegada.

    Entenda as acusações contra o advogado

    No dia 21 de março, a ex-namorada do advogado procurou a DECCM para comunicar que havia sido violentamente agredida por Marcelo. Em depoimento à polícia, ela afirmou que foi sequestrada, ameaçada e quase foi estrangulada até a morte pelo rapaz. O caso ocorreu no bairro Aleixo, Zona Norte de Manaus.

    Ainda durante o relato às autoridades, a vítima relatou que na tarde daquele mesmo dia havia recebido uma ligação do ex-companheiro, na qual ele teria avisado que a jovem estaria sendo perseguida por um homem armado e que ela seria baleada, caso não fosse até a residência dele.

    Já em frente ao imóvel do advogado, o suspeito teria entrado no veículo da vítima e a estrangulado. A agressão foi tão forte, que a jovem desmaiou e ficou com escoriações profundas no pescoço. Além disso, o advogado teria furtado o celular da vítima.

    Após a instauração do inquérito policial, a Justiça expediu o mandado de prisão em nome do advogado, que foi cumprido nesta quinta.

    Leia Mais

    Caso Henry: relembre crimes contra crianças que chocaram o Amazonas

    Suspeito de estuprar criança é espancado até a morte em Manaus

    Vídeo: veja momento em que motorista de app é morto no São Francisco