Fonte: OpenWeather

    Apreensão


    1,6 tonelada de drogas são apreendidas em Manaus e Novo Airão

    Operação deixou um prejuízo de R$ 6,5 milhões aos criminosos

     

    Droga apreendida na operação policial
    Droga apreendida na operação policial | Foto: Erlon Rodrigues/ PC-AM

    Amazonas -  A operação 'Guilhotina', deflagrada por vota das 7h desta segunda-feira (12) pelas equipes do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) e do Departamento de Polícia do Interior (DPI),  resultou no cumprimento de mandado de prisão temporária em nome de dois indivíduos pelos crimes de furto, tráfico de drogas e associação para o tráfico.

    A operação iniciou na última sexta-feira (9), quando foram apreendidas 1,6 tonelada de maconha do tipo skunk, no município de Novo Airão (distante 115 quilômetros da capital). A droga está avaliada em R$ 6,5 milhões. 

    O balanço da ação policial foi divulgado durante coletiva de imprensa, realizada no prédio do Centro Integrado de Comando e Controle, na Avenida André Araújo, bairro Petrópolis, zona centro-sul. Na ocasião, estiveram presentes o secretário de Estado de Segurança Pública (SSP-AM), coronel Louismar Bonates, a delegada-geral da PC-AM, Emília Ferraz, e o delegado Bruno Fraga, diretor do DRCO.  

    O secretário de segurança destacou o sucesso de mais uma operação e informou que, somente nos quatro primeiros meses deste ano, já foram apreendidas mais dez toneladas de entorpecentes pelas polícias do Amazonas.

      “Parabenizo a todos os policiais envolvidos nesta ação, que foi extremamente exitosa, e que de forma célere conseguiram apreender essa grande quantidade de entorpecente”, enfatizou Bonates.

    Conforme a delegada-geral Emília Ferraz, esta é mais uma ação bem-sucedida, desempenhada pelos policiais civis, que deixou um prejuízo de R$ 6,5 milhões aos criminosos.  

      “Sabemos que o crime independe da roupa que você usa, porém, vamos estar nas ruas trabalhando por vocês, e caso algum policial não esteja trabalhando de forma condizente com sua função, ele irá responder criminalmente”, acrescentou Emília.  

    De acordo com o delegado Bruno Fraga, a Polícia Civil, por meio do DPI, recebeu uma informação que havia uma quantidade significativa de droga próximo ao município de Novo Airão. Imediatamente as equipes iniciaram as diligências para localizar a droga.

    “Identificamos que dois profissionais da segurança pública estavam envolvidos no caso, mas isso não reflete o trabalho da polícia. Em menos de 24 horas após a notícia-crime conseguimos efetuar as prisões e apreender o material ilícito. Esta é a primeira fase da operação ‘Guilhotina’, pois as investigações devem continuar e pretendemos mostrar com brevidade mais resultados acerca desta ação”, destacou Fraga.

    Segundo a autoridade policial, houve o transporte dessa droga de Manaus para Novo Airão, e as equipes conseguiram identificar alguns veículos que participaram da ação criminosa.

    No decorrer das investigações, dois indivíduos, com nome e idade não revelados, foram identificados e presos nesta segunda-feira, em cumprimento a mandados de prisão. A ação ocorreu em bairros distintos da zona centro-sul.  

    Procedimentos 

    Os indivíduos irão responder por furto, tráfico de drogas e associação para o tráfico. Ao término dos trâmites cabíveis, eles serão conduzidos à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde permanecerão à disposição da Justiça. 


    *Com informações da assessoria

    Leia Mais

    Tráfico perde 16 milhões após apreensão de duas toneladas de drogas

    Base Arpão prende acusado de matar sobrinho em Coari

    Após ameaçar incendiar a casa da esposa, homem é preso em Manaus