Fonte: OpenWeather

    Assassinado


    Filho mata o próprio pai a facadas após discussão no Petrópolis

    Briga foi motivada por corte de cabelo

     

    Suspeito foi inicialmente conduzido ao 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP) e acabou sendo levado à Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS)
    Suspeito foi inicialmente conduzido ao 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP) e acabou sendo levado à Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) | Foto: Bianca Ribeiro e Suyanne Lima

    Manaus - Uma discussão banal acabou terminando em tragédia na noite desta segunda-feira (12), no beco Raquel, no bairro Petrópolis, na Zona Sul de Manaus. João Marques da Silva, de 18 anos, acabou matando o próprio pai a facadas. A vítima foi identificada como José Maria Souza da Silva, de 38 anos, que é vendedor ambulante.

    De acordo com o subtenente A. Muniz, a equipe foi acionada para atender a ocorrência que aconteceu após uma discussão por um corte de cabelo. Revoltado, o jovem desferiu facadas no peito do próprio pai.

    A vítima foi socorrida pelo outro filho, um jovem de 20 anos e encaminhada ao Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, na Zona Centro-Sul de Manaus, onde acabou não resistiu aos ferimentos

    "Meu irmão iria se alistar para o exército na semana que vem e estava questionando se seria necessário cortar o cabelo. Meu pai, com o jeito explosivo dele, acabou o ofendendo. Meu pai estava deitado na cama e instantes depois meu irmão abriu a porta e deu as facadas. Ele não esperava receber as facadas, a discussão já tinha acabado, mas meu pai ainda resmungava", explicou o irmão da vítima de 20 anos.

     

    O irmão acrescentou ainda que o pai sempre foi trabalhador e lutava para sustentar a família como vendedor ambulante. Ele disse que ocorriam discussões, mas nunca neste ponto.

    "Eu perdoo meu irmão, mas ele vai ter que pagar na lei dos homens", destacou o jovem. Assim que entrou na delegacia, o suspeito chorou e pediu perdão ao irmão.

     

    O corpo da vítima será removido pela equipe do Instituto Médico Legal (IML).

    O suspeito foi inicialmente conduzido ao 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP) e acabou sendo levado à Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), que investigará o caso.


    Leia Mais:


    Mãe de Henry troca de advogado e defesa de casal passa a ser separada

    1,6 tonelada de drogas são apreendidas em Manaus e Novo Airão

    SSP-AM interdita bares e restaurantes da Praça do Eldorado