Fonte: OpenWeather

    VIOLÊNCIA À IMPRENSA


    Cinegrafista baleado em assalto tem projétil retirado das costas

    O profissional foi atingido nesta manhã (15), após tentar impedir a fuga de dois criminosos que roubaram sua equipe de reportagem durante uma gravação no Coroado

     

    A polícia está colhendo imagens de câmeras de segurança nas proximidades da ocorrência para identificar os criminosos
    A polícia está colhendo imagens de câmeras de segurança nas proximidades da ocorrência para identificar os criminosos | Foto: Divulgação

    MANAUS - O repórter cinematográfico René Silva dos Santos, de 45 anos, foi submetido a uma cirurgia para a retirada de um projétil das costas. Ele foi baleado por criminosos na manhã desta quinta-feira (15) enquanto realizava a gravação de uma reportagem no bairro Coroado, Zona Leste de Manaus.

    Segundo informações repassadas pelo titular da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), Denis Pinho, René foi imediatamente encaminhado para o Hospital e Pronto Socorro João Lúcio após o crime. Ele esteve hospitalizado desde as primeiras horas da manhã e no início da tarde desta quinta (15) e foi submetido a uma cirurgia para retirada da bala que ficou alojada em suas costas. O procedimento foi concluído com sucesso e o profissional passa bem.

    A repórter, que estava com René no momento do crime, Natasha Pinto, já prestou depoimento na Derfd e a polícia aguarda a alta do cinegrafista para ter mais informações sobre o caso. Veja:

    Repórter deu as primeiras informações sobre o caso | Autor: Reprodução
     

    Ainda segundo o delegado, a especializada está colhendo imagens de câmeras de segurança nas proximidades da ocorrência para identificar os criminosos.

    Perigo na profissão

     

    Carro ficou com marcas de sangue
    Carro ficou com marcas de sangue | Foto: Divulgação

    Enquanto realizavam uma reportagem, o cinegrafista e a repórter foram surpreendidos com um assalto à mão armada. Dois homens em uma motocicleta vermelha levaram os celulares da equipe e fugiram em seguida. Segundo Natasha, os assaltantes não tinham percebido que eles estavam no exercício da profissão.

    "

    .Enquanto nos preparávamos para gravar, eu me deparei com um homem apontando uma arma no meu rosto, falando ‘perdeu, perdeu’. Eu passei o meu celular para o assaltante e quando os homens foram abordar o Rene, ele falou que éramos da TV, talvez para os caras fugirem, mas continuaram com a ação. "

    Natasha Pinto, Repórter

     

    Após uma perseguição, um dos assaltantes atirou duas vezes contra o cinegrafista. No entanto, esta não é a primeira vez que René corre riscos no exercício da profissão. Durante o trabalho, em outro veículo de comunicação, ele e a equipe foram assaltados no Conjunto Hileia, na Zona Centro-Oeste. Na ocasião, ninguém ficou ferido.

    Leia mais

    Insegurança: equipe de reportagem é atacada por criminosos em Manaus

    Ferido após assalto, cinegrafista está com bala alojada nas costas

    Jornalista é agredido por homens armados no Complexo do Alemão