Fonte: OpenWeather

    Vídeo


    Vídeo: suspeito lava sangue do corpo após matar desafeto em Manaus

    Em vídeo, o suspeito conta que matou a vítima com uma faca de serra após ser chamado de 'X-9' e confessa 'a parada comigo não é brincadeira'

     

     

    Em um vídeo, Luiz conta de forma descontraída que matou o entregador, enquanto limpava o que parece ser sangue no corpo
    Em um vídeo, Luiz conta de forma descontraída que matou o entregador, enquanto limpava o que parece ser sangue no corpo | Foto: Reprodução

    Manaus - Luiz Henrique Alencar dos Santos, de 21 anos, foi preso na manhã desta sexta-feira (23) e confessou ter matado o entregador de delivery Everson Ferreira Duarte, de 28 anos, na casa dele na rua Cipó Alho, no bairro Jorge Teixeira, na Zona Leste de Manaus. A vítima teve perfurações por arma branca e as vísceras expostas.

    Em um vídeo, Luiz conta de forma descontraída que matou o entregador, enquanto limpava o que parece ser sangue no corpo. 

      "Ele foi querer tirar onda de minha cara. Ele falou que eu estava entregando os 'caras'. Eu falei que ele estava doido. Eu 'tô' é no crime já. Acabei de matar ele lá com uma faca de serra. Agorinha. Vão já encontrar o corpo dele lá na casa. Eu estou falando que a parada comigo não é brincadeira".  

    Veja o vídeo:

    Capa do Vídeo
    Veja o momento em que ele confessa o crime | Autor: Reprodução
     

    Conforme o delegado Torquato Mozer do 30° Distrito Integrado de Polícia (DIP), durante diligências foram localizadas roupas da vítima dentro de um bueiro junto à uma faca. Os policiais identificaram Luiz pelas proximidades do local do crime com marcas de sangue pelas roupas e cortes recentes.

      "Havia grande indício desse suspeito estar envolvido em algo de errado. O crime foi horas antes. Na abordagem, Luiz admitiu a autoria do crime e disse que cometeu o crime sozinho. Nós não acreditamos que ele tenha cometido o delito sozinho pela cena do crime. O autor diz que a motivação do crime foi drogas e bebidas, pois a vítima chamava Luiz de "X9" da área"  

    O delegado Charles Araújo da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) que também participou da ação, destacou que as diligências do crime ainda irão prosseguir para detalhar mais circunstâncias do crime, no entanto já é possível confirmar que a morte tem relação com o tráfico de drogas.

    "A investigação irá prosseguir aqui pelo 30° DIP e até a conclusão do Inquérito Policial. Quem tiver mais informações pode entrar em contato com a Polícia por meio do número 181 e colaborar", destacou o titular da DEHS. 

    Luiz será autuado em flagrante por homicídio e deve passar por audiência de custódia. Em um vídeo divulgado em redes sociais, ele confessou o crime e ainda relatou que a vítima "tirava onda" com ele por intitulá-lo de "X9".

    Veja a transmissão do caso:


    Leia mais:

    Vídeo: guardador de carros é executado em Manaus com 7 tiros na cabeça

    Entregador é assassinado e tem vísceras expostas em Manaus; veja vídeo