Fonte: OpenWeather

    Brutalidade


    Homem tem cabeça estourada a tiros no bairro Cidade de Deus, em Manaus

    Até o momento, os suspeitos de homicídio não foram localizados. A Polícia Militar considera que a motivação do crime está relacionada com acerto de contas por tráfico de drogas.

    Enoque teria sido abordado por quatro suspeitos | Foto: Marcella Fernandes

    MANAUS - Na tarde desse domingo (16), um crime brutal chocou os moradores da Zona Leste de Manaus, quando um homem de 30 anos teve o crânio destruído após ser atingido por cinco tiros na cabeça. O crime aconteceu na Rua São Bento, no bairro Cidade de Deus.

    De acordo com a equipe do 13º Companhia Integrada de Polícia, que acompanhou o caso, o homem identificado como Enoque Bezerra da Silva foi abordado por quatro suspeitos que, em seguida, efetuaram cinco disparos de arma de fogo em sua cabeça — um de escopeta  calibre 12 e quatro por pistolas 380.

    Logo após o ocorrido, uma aglomeração tomou conta do local. Após a chegada da equipe da 13ª Cicom, o Instituto Médico Legal (IML) atendeu a ocorrência para remoção do corpo. Segundo testemunhas, foi preciso que os vizinhos lavassem a rua pela grande quantidade de sangue e massa encefálica no chão. 

    Questionada sobre o caso, uma moradora da rua, que preferiu manter-se anônima, afirmou que o rosto da vítima ficou irreconhecível.

    “Ele era um moço tranquilo, conhecíamos de vista. Hoje, percebemos que ele vinha correndo a rua fugindo dos tiros. Quando escutei o barulho alto, corri e me escondi dentro de casa. Foram cinco tiros. Na hora que saímos, ele já estava no chão morto. Era muito sangue e pedaços da cabeça foram parar do outro lado da rua”, disse a moça, assustada.

     

    Cabeça estourada
    Cabeça estourada | Foto: Divulgação

    Ainda de acordo com a moradora, o local tem se tornado cada vez mais violento. “Trabalho com a porta fechada por cadeado, porque aqui já tem muito assalto. Eu mesma já fui assaltada três vezes. Além disso, também existe tráfico de drogas por aqui. Temos muito medo”, completou.

    Até o momento, os suspeitos de homicídio não foram localizados. De acordo com informações do Tribunal de Justiça do Amazonas (Tjam), Enoque já cumpriu pena por tráfico de drogas. A Polícia Militar considera que a motivação do crime está relacionada a um possível acerto de contas.

    Leia Mais

    Jorge Teixeira e Compensa lideram o ranking de mortes violentas