Fonte: OpenWeather

    Crime cruel


    Jovem de 19 anos é morta com tiro na cabeça por pistoleiros em Manaus

    Heloísa já possuía passagem por roubo e estava sendo ameaçada

     

    Ela foi surpreendida por dois criminosos que chegaram a pé e efetuaram os disparos
    Ela foi surpreendida por dois criminosos que chegaram a pé e efetuaram os disparos | Foto: Reprodução

    Manaus - Um jovem com sonhos, projetos e toda a via pela frente e que poderia mudar de vida foi morta por pistoleiros em ataque criminoso em Manaus. Desta vez, a vítima é Heloísa Elory Carvalho Filho, de 19 anos no bairro Coroado, na Zona Leste de Manaus.

    Conforme testemunhas, o crime ocorreu por volta das 22h30, na rua Manaus. A mulher foi surpreendida por dois criminosos que chegaram a pé e aproveitaram que o portão estava aberto para efetuar um tiro na cabeça da jovem.

    "No local ela foi alvejada e em seguida os criminosos fugiram. A lei do silêncio prevaleceu no local e ninguém quis comentar muito o que aconteceu", relatou um policial que atendeu a ocorrência. 

      Na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) foi contatado que Heloísa já possuía passagem por roubo e estava sendo ameaçada. A polícia investiga um possível acerto de contas decorrente do tráfico de drogas.  

    O corpo dela foi removido pela equipe do Instituto Médico Legal (IML), onde irá passar por exame necroscópico. Os suspeitos do crime seguem sendo procurados pela polícia.

    Nas redes sociais, amigos demonstram a perda da jovem e não acreditam que ela tenha sido alvo de criminosos nesta segunda. "Poxa, lembro dela criança indo para igreja, Jesus console sua família", disse uma amiga da vítima. "Vi essa menina crescer, tudo isso é muito triste", afirmou outra seguidora da página da jovem nas redes sociais. 

    Jovens e alvos

    Na última sexta-feira (18), no bairro Monte das Oliveiras, zona Norte de Manaus, um jovem de 18 anos, identificado como Pedro Ferreira Souza Filho, foi morto com quatro tiros

    A vítima chegou a ser encaminhada com vida para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Galileia. No entanto, ao entrar na unidade, ele já estava muito debilitado, por isso, faleceu pouco depois.  

      De acordo com o relatório do Centro Integrado de Operações de Segurança (CIOPS), o principal suspeito é um homem identificado como “Luciano Dormi”, que já havia ameaçado a vida de Pedro antes.  

    Pedro não tinha passagem pela polícia e a motivação do crime ainda está sendo investigada pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

    Leia mais:

    Jovem vai buscar mulher na igreja e acaba morto no Jorge Teixeira

    Com 13 golpes, homem  é torturado e corpo é jogado em terreno de Manaus