Fonte: OpenWeather

    Peculato


    Servidores são investigados por desvio de itens da saúde em Manaus

    Câmeras de segurança flagraram o momento em que servidores cometem os desvios; veja vídeos

     

    A ação é conjunta entre Delegacia Especializada em Combate à Corrupção (Deccor) e Prefeitura de Manaus
    A ação é conjunta entre Delegacia Especializada em Combate à Corrupção (Deccor) e Prefeitura de Manaus | Foto: Divulgação

    Manaus - Dois servidores públicos identificados como Andrew Robson Neves Mendonça, de 38 anos e Carlos Antônio Pereira de Souza, de 58 anos, estão sendo investigado pelo crime de peculato (crime que consiste na subtração ou desvio, por abuso de confiança, de dinheiro público ou de coisa móvel apreciável, para proveito próprio ou alheio).

    A ação é conjunta entre Delegacia Especializada em Combate à Corrupção (Deccor) e Prefeitura de Manaus. Nesta quarta-feira (30), policiais civis cumpriram mandado de busca e apreensão em nome dos dois indivíduos e apreenderam aparelhos celulares de ambos.

    Andrew e Carlos são apontados como autores do desvio de 268 itens pertencentes à Secretaria Municipal de Saúde de Manaus (Semsa), como condicionadores de ar, material de manutenção, material odontológico, aparelhos esfigmomanômetro, estetoscópicos, televisores, material de limpeza, bebedouro, material de escritório e cadeiras. 

    Conforme o delegado Guilherme Torres, titular da Deccor, câmeras de segurança flagraram o momento em que os dois servidores cometem os desvios. Um deles chega a virar uma câmera de segurança para que não sejam flagrados.

    "

    Esses servidores possuíam funções de confiança no local. Eles tinham uma certa autonomia e passaram a subtrair esses objetos. No momento em que o Andrew virou a câmera, Carlos encosta o veículos e aí perdemos as imagens momento em que possivelmente os equipamentos foram levados. Ao fim da ação ele volta a câmera para o lugar. Eles ainda tentaram enganar a polícia e formalizaram uma ocorrência sobre um suposto furto "

    Guilherme Torres, Delegado Titular da Deccor

     

    Veja a ação dos suspeitos 

    Capa do Vídeo
    | Autor: Divulgação
     
    Capa do Vídeo
    | Autor: Divulgação
     
    Capa do Vídeo
    | Autor: Divulgação
     

    Os mandados judiciais foram cumpridos no bairro Cidade Nova, na Zona Norte de Manaus e mais pessoas estão sendo investigadas por suposto envolvimento no esquema. 

    O coordenador do gabinete do Prefeito David Almeida, Sérgio Fontes, agradeceu a parceria com a Polícia Civil e enfatizou que a Prefeitura de Manaus não compactua com quaisquer desvios de bens públicos.

      "Os bens públicos são de todos e são escassos ainda mais nesse momento de pandemia. Queremos agradecer o apoio da Deccor pois essa não é a primeira ação que estamos recebendo esse apoio para coibir os desvios. Essa prática não será aceita e vamos combater de forma dura. Lamentamos que funcionários públicos estejam envolvidos mas reiteramos nosso compromisso de defender o patrimônio que é de todos", concluiu Fontes.  

    Veja a entrevista coletiva 

    Leia mais 

    Servidor é preso por desvio de 20 toneladas de asfalto em Manaus

    Em Manaus, dupla é presa por desviar asfalto da prefeitura

    Operação combate organização criminosa por lavagem de dinheiro no AM