Fonte: OpenWeather

    Homicídio


    Detento que ficou famoso durante fuga do Ipat é assassinado em Manaus

    Brayan Bremer virou meme nas redes sociais depois de realizar uma sequência de postagens após fuga da cadeia em 2017

     

    Até o momento,  a polícia ainda não divulgou os detalhes da morte do jovem
    Até o momento, a polícia ainda não divulgou os detalhes da morte do jovem | Foto: Reprodução

    Manaus - O ex-detento Brayan Bremer Quintelo Mota, de 24 anos, que ficou "famoso" nas redes sociais após postar fotos durante fuga do Instituto Penal Antônio Trindade, em 2017, foi assassinado a tiros neste domingo (4), no conjunto Boas Novas, Zona Norte de Manaus.

    Segundo as autoridades, Brayan estaria em uma motocicleta, quando pistoleiros se aproximaram e efetuaram vários disparos de arma de fogo contra ele. O ex-detento caiu na via, e foi socorrido por populares que trafegavam pelo local. 

    Bremer foi levado para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Danilo Corrêa, no bairro Cidade Nova, mas já estava sem vida quando chegou à unidade de saúde. 

    A autoria e as motivações do crime ainda são desconhecidas pela polícia. O rapaz teria saído do sistema penitenciário há pouco tempo, onde cumpria pena por tráfico de drogas. A morte de Brayan Bremer deverá ser investigada pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). 

    Meme nas redes sociais

    Bremer foi um dos 225 detentos que fugiram de cadeias da capital durante o massacre ocorrido no dia 1º de janeiro de 2017. Horas após a fuga, o preso realizou uma sequência de postagens no Facebook. Primeiro, foi uma foto em que ele aparecia comendo jaca na área de mata ao lado da penitenciária, em que a legenda foi:"Na fulga (sic) da cadeia".

    No segundo post, ele comemora a "vida nova" e diz que começou a trabalhar como vendedor de chips de celular.

    Em outros comentários, Brayan também afirmou que estava "a caminho de Maués para somar com as solteiras". Todos os posts do jovem viraram memes e obtiveram ampla repercussão na internet.

    Bremer resolveu se entregar em março daquele mesmo ano, e voltou a cumprir a pena de tráfico de drogas.

    Leia mais:

    Homem tenta matar ex-mulher e mais 2 pessoas após confusão em Manaus

    PM promove carnificina após morte de sargento no AM, diz jornal

    Industriário morre com facada no pescoço ao reagir assalto em Manaus