Fonte: OpenWeather

    Ação da Polícia Civil


    Suspeito de estelionato em venda de imóveis é preso em Manaus

    Segundo a autoridade policial, no local os policiais constataram que o infrator estava tentando vender um terreno que já havia sido vendido para outra pessoa.

     

    Delegado Fabiano Rosas (Foto) explica os golpes aplicados por Carlos
    Delegado Fabiano Rosas (Foto) explica os golpes aplicados por Carlos | Foto: Alailson Santos/PC-AM

    Manaus (AM) - Um homem identificado como Carlos da Silva Oliveira, de 29 anos, foi preso na tarde de quinta-feira (8) pela Polícia Civil do Amazonas (PC-AM),  em flagrante, por volta das 14h após denúncias informando que ele aplicava golpes de estelionato durante a venda de imóveis. A prisão ocorreu em um cartório localizado na rua Belém, bairro Adrianópolis, zona centro-sul de Manaus.

    De acordo com o delegado Fabiano Rosas, titular da unidade policial que apurava o caso, as equipes de investigação tomaram conhecimento das denúncias e passaram a monitorar os movimentos do indivíduo. Os policiais descobriram que Carlos era estelionatário e vendia o mesmo imóvel para pessoas diferentes.

    "

    Essas vítimas vieram até a delegacia e registraram os Boletins de Ocorrências (BOs), tornando possível o início das investigações. Nesta quinta-feira, recebemos uma denúncia que informava que o indivíduo estaria em um cartório no bairro Adrianópolis, negociando um terreno com uma das vítimas "

    Fabiano Rosas, Delegado

     

    Segundo a autoridade policial, no local os policiais constataram que o infrator estava tentando vender um terreno que já havia sido vendido para outra pessoa. A informação foi confirmada pela certidão emitida pelo próprio cartório.

    "

    A vítima que estava no cartório com o homem já havia passado R$ 3 mil via transferência Pix, e mais R$ 8 mil em espécie. Após o procedimento de flagrante, outras pessoas compareceram à delegacia para informar que foram vítimas do indivíduo. As investigações seguem em andamento "

    Fabiano Rosas, explicou o titular do 7° DIP.

     

    Procedimentos

    Carlos foi autuado em flagrante e responderá pelo crime de estelionato. Após os procedimentos cabíveis na unidade policial, ele será encaminhado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficará à disposição da Justiça.

    Disque-denúncia

    Casos como esse devem ser denunciados para que possa ajudar a própria população a não ser vítima de golpes. A autoridade policial disponibiliza à população o número (92) 99962-2458, o disque-denúncia do 7°DIP, para que sejam repassadas informações relacionadas a este e qualquer outro tipo de crime, ocorridos na capital.

    Leia mais:

    Polícia do AM procura “pistoleiro” por homicídio em Manaus

    Delegado e investigadores presos em operação do MP serão exonerados

    Aleam aprova Moção de Aplausos aos delegados da polícia do Amazonas