Fonte: OpenWeather

    segurança


    Estabelecimentos são autuados em Manaus por aglomeração na pandemia

    Ao todo, foram vistoriados 31 locais, entre bares, flutuantes e restaurantes

     

    Ao todo, foram vistoriados 31 locais
    Ao todo, foram vistoriados 31 locais | Foto: Divulgação/SSP-AM

    Manaus (AM) - Onze estabelecimentos foram fechados pelos agentes da Central Integrada de Fiscalização (CIF) entre a última sexta-feira (16) e a madrugada desta segunda-feira (19), em Manaus.

    Ao todo, foram vistoriados 31 locais, entre bares, flutuantes e restaurantes. Sete estabelecimentos foram autuados pelos agentes da CIF.

    Na sexta-feira, o Atlético Rio Negro Clube, a quadra da Escola de Samba Vitória Régia e o Açaí Show Club foram autuados pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) por não possuir licença para o funcionamento de som.

      Os bares da avenida Itaúba, bairro Jorge Teixeira, foram fechados pela CIF, por promover aglomeração de pessoas.  

    No sábado (17), o "Bar do Meio", o "Rei do Caranguejo", o "Bar do Paulo" e o "Amazonas Cozinha Regional" foram autuados pela Vigilância Sanitária Municipal (Visa Manaus), após constatação de irregularidades.

      Um buteco e outro bar no Parque Dez tiveram suas atividades encerradas pelos agentes da CIF.  

    No domingo (18), uma casa de festas, localizada na avenida do Turismo, bairro Tarumã, na zona oeste, foi interditada pela Vigilância Sanitária Municipal (Visa Manaus) e autuada por aglomeração de pessoas, descumprimento dos protocolos e por não possuir licença sanitária. No local, havia cerca de mil pessoas.

    Os estabelecimentos "Almirante Hall" e "Fire Will" também tiveram suas atividades encerradas.

    Flutuantes 

    Sete flutuantes foram fiscalizados pelos agentes, neste domingo (18/07). Os flutuantes Sedutor, Amazônia, Sun Paradise, Salomé, Abaré, Peixe-boi e Restaurante do Doró cumpriam os protocolos no momento da fiscalização.

    Os agentes da CIF realizaram apenas orientações, de procedimento padrão, nestes locais.

    Denúncias referentes a estabelecimentos comerciais ou festas clandestinas, que descumprem decreto governamental ou apresentem outras irregularidades, podem ser feitas ao 190 ou ao 181, o disque-denúncia da SSP-AM.

    *Com informações da assessoria 

    Leia mais:

    CIF realiza vistoria em 45 estabelecimentos de Manaus

    Em Manaus, seis estabelecimentos são fechados por descumprir decreto

    Festas clandestinas com mais de mil pessoas são encerradas em Manaus