Fonte: OpenWeather

    Tentativa de assalto


    Suspeito de assaltar loja de joias é morto com 15 tiros durante fuga

    Antes de morrer, o suspeito ainda entrou em uma casa no Beco São José e fez uma mulher de refém

     

    O suspeito morreu dentro da casa da refém
    O suspeito morreu dentro da casa da refém | Foto: Divulgação

    MANAUS - Um homem, não identificado, foi morto com 15 tiros feitos por um policial militar que estava fazendo um extra como segurança de uma fábrica de joias no bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul de Manaus. O homem é suspeito de ter invadido o local para assaltar, mas foi alcançado enquanto fugia do policial pelo Beco São José. 

      De acordo com policiais que foram chamados para atender a ocorrência, o PM atuava no local quando o suspeito chegou com um comparsa e anunciou o assalto. Houve, então, uma troca de tiros entre os dois seguranças e os assaltantes. Um dos suspeitos fugiu.  

    Os policiais ainda contam que o outro assaltante, invadiu a casa de uma mulher, fez ela de refém e foi morto pelos PMs. 

    Testemunhas disseram que momentos antes dos disparos, escutaram o suspeito implorando para não matarem ele. Os moradores afirmam que ouviram cerca de 15 tiros.

    De acordo com os Policiais das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam), um dos PMs que é segurança da fábrica de joias, também foi baleado durante a perseguição. Ele foi socorrido e  levado a uma unidade de saúde que não foi informada. 

    As equipes da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) foram acionadas para investigar o caso e o corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). 

    Leia mais: 

    Jovem é atraído e executado por criminosos em Iranduba

    Homem é preso suspeito de matar amigo que passeava com o filho

    Homem é assassinado a tiros na avenida Max Teixeira, em Manaus