Fonte: OpenWeather

    Apreensão


    Por dia, Polícias do Amazonas apreendem em média sete armas de fogo

    A retirada dessas armas ilegais das mãos de infratores reflete diretamente no combate à violência, uma vez que as armas são usadas em ilícitos como o tráfico de drogas, homicídios, latrocínios e roubos

     

    Forças de Segurança Pública estaduais apreenderam 1.209 armas de fogo ilegais em posse de criminosos
    Forças de Segurança Pública estaduais apreenderam 1.209 armas de fogo ilegais em posse de criminosos | Foto: Pelegrine Neto/SSP-AM

    Manaus (AM) - Entre janeiro e junho deste ano, as forças de Segurança Pública estaduais apreenderam 1.209 armas de fogo ilegais em posse de criminosos.Isso representou, em média, a captura diária de sete armas, conforme dados do Instituto de Criminalística do Amazonas, responsável pela perícia do material bélico.

    A retirada dessas armas ilegais das mãos de infratores reflete diretamente no combate à violência, uma vez que as armas são usadas em ilícitos como o tráfico de drogas, homicídios, latrocínios e roubos.

    O número de armas apreendidas engloba as ações das Polícias Militar e Civil do Amazonas, em todo o estado. Só o 2° Batalhão Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam) apreendeu 325 armas, representando um quarto do número total de armas encontradas com criminosos no estado.

    O comandante da Rocam, major da Polícia Militar, Wener Vieira, destaca a importância de essas armas ilícitas serem retiradas das ruas.

    Nós frisamos nessa questão de arma de fogo porque é o instrumento usado para cometimento de crimes contra o patrimônio, quer seja público ou privado. E a importância dessas armas fora de circulação é que isso representa menos roubos na cidade, menos mortes e, consequentemente, o aumento da sensação de segurança da população amazonense”, ressaltou o major.

    Dentre as armas de fogo mais apreendidas estão revólveres de variados calibres, espingardas de fabricação artesanal ou industrializadas e as pistolas.

    Os fuzis também têm ganhado destaque nas apreensões. Segundo o major Wener, em 2020, foram apreendidos um total de sete fuzis e, apenas no primeiro semestre deste ano, a Rocam já apreendeu cinco fuzis.

    É um índice que nos preocupa, porque essas armas de grosso calibre estão entrando no nosso estado, estão entrando no nosso município. Mas, apesar disso, a Polícia Militar, através da Rocam, tem conseguido fazer as apreensões e tem dado resposta à sociedade amazonense”, relatou.

    O titular do 30º Distrito Integrado de Polícia (DIP), delegado Torquato Mozer, afirma que o número de armas de fogo apreendidas representa o trabalho realizado de forma maciça pelos policiais do estado.

    Ele também pontua a importância do cidadão fazer denúncias sobre locais onde criminosos, possivelmente, escondem armas e até ostentam o equipamento.

    A primeira coisa que a polícia faz é a checagem dessa denúncia para ver se existe algum indício de veracidade. A partir disso, se passa a realizar um trabalho de identificação e verificação e, por fim, partimos para um terceiro momento que é a tentativa de capturar a pessoa que está com esta arma e também apreender o armamento que está de maneira irregular na mão de um criminoso”, explicou o delegado.

    Informação sigilosa

    As denúncias relacionadas a porte ilegal de arma de fogo podem ser feitas através do número 190, se a situação estiver ocorrendo naquele momento, ou através do número 181, o disque-denúncia da SSP-AM.

    A identidade de quem denuncia é mantida em absoluto sigilo.

    Video:

    Capa do Vídeo
    Wener Vieira- comandante da Rocam, major da Polícia Militar | Autor: Pelegrine Neto/ SSP-AM
     

    *Com informações da assessoria 

    Leia mais:

    Espingardas e morteiros são apreendidos dentro de carro em Manaus

    Homem é preso com arma de fogo em Iranduba

    PM prendeu 25 pessoas durante o final de semana em Manaus