Fonte: OpenWeather

    Assalto


    Assaltantes fazem motorista de app refém, mas acabam presos em Manaus

    A vítima estava sendo mantida refém pelos criminosos e foi resgatada por policiais da Força Tática

     

    | Foto: Divulgação

    MANAUS - Um assalto em que um motorista de aplicativo estava sendo feito refém por cinco criminosos foi frustrado na noite de terça-feira (3), por policiais da Força Tática e resultou na prisão dos suspeitos. Eles ainda chegaram a trocar tiros com os policiais e um dos criminosos foi baleado. 

    Conforme o tenente Jatahy, da Força Tática, a vítima foi rendida pelos suspeitos na avenida Curaçao, no bairro Nova Cidade, na Zona Norte de Manaus. Os criminosos levaram o homem e o carro. A esposa presenciou a ação, pois a vítima estava na frente da casa onde mora e acionou os colegas de trabalho dele. 

    "Por ser um veículo alugado, o carro tinha rastreador e conseguimos chegar ao perímetro onde os suspeitos estavam. Já no bairro Novo Aleixo, também na Zona Norte, demos ordem de parada aos suspeitos, mas eles não obedeceram e atiraram contra as equipes. Reagimos e um foi baleado", explicou. 

     

    | Foto: Divulgação

    Os outros suspeitos, ao perceberem que o comparsa estava baleado, se entregaram aos policiais. O motorista foi resgatado. 

    Com os suspeitos foi apreendida uma arma caseira, um revólver calibre 32 e um revólver calibre 38. O assaltante baleado foi socorrido e encaminhado ao Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, na Zona Leste da cidade. 

    O caso foi apresentado no 6° Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde foram adotados os procedimentos cabíveis. Os suspeitos devem permanecer à disposição da Justiça na Central de Recebimento e Triagem (CRT).

    Veja a live sobre a ocorrência 

    Assaltantes de motorista de App são presos pela Força Tática no Novo Aleixo | Autor: Portal Em Tempo
     

    Leia mais:

    Trio que decapitou jovens é condenado a 202 anos de prisão em Manaus

    Três pessoas são baleadas durante ataque no Jorge Teixeira

    Ministro da Saúde pede que brasileiros se imunizem com a segunda dose