Fonte: OpenWeather

    Assassinato


    Traficantes do CDN gravam execução de rival do Comando Vermelho no AM

    Nas redes sociais, um vídeo mostrou o momento da execução de Felipe Duarte Martins. Ele aparece deitado no chão, sendo ameaçado pela pessoa que faz a gravação, com uma arma

     

    Felipe Duarte Martins, tinha 21 anos. O crime chocou os moradores do município
    Felipe Duarte Martins, tinha 21 anos. O crime chocou os moradores do município | Foto: Reprodução da Internet

    IRANDUBA (AM) – Nos últimos dias, o município de Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus), tem registrado casos de execução que chocam a população local. Desta vez, Felipe Duarte Martins, de 18 anos, foi executado com vários tiros à queima-roupa no início da madrugada deste domingo (22), por membros da facção criminosa Comando do Norte (CDN), antiga Família do Norte (FDN). Conforme informações, Felipe era membro do Comando Vermelho. 

    O crime aconteceu na rua Francisco Garcia, bairro Morada do Sol, por volta de 1h. Uma equipe do 8° Comando de Policiamento do Interior foi acionada para dar apoio à ambulância do Hospital Hilda Freire para realizar a remoção da vítima. Ao chegarem ao local, constataram que o homem já estava morto e foram atender outra ocorrência. Na volta, os policiais perceberam que a família da vítima tinha removido o corpo.

    A polícia encontrou o corpo de Felipe na Rua Lupércio Ramos, no mesmo bairro. Em seguida, ele foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML). O caso está sendo investigado pela Polícia Civil. Os autores do crime ainda não foram identificados.

     

    O crime aconteceu na rua Francisco Garcia, bairro Morada do Sol, por volta de 1h
    O crime aconteceu na rua Francisco Garcia, bairro Morada do Sol, por volta de 1h | Foto: Reprodução da Internet

    Vídeo da morte

    Nas redes sociais, um vídeo mostrou o momento da execução de Felipe. Ele aparece deitado no chão, sendo ameaçado pela pessoa que faz a gravação, com uma arma. Em seguida, recebe vários disparos. No vídeo, mais um segundo criminoso armado efetua outro disparo. 

    Mortes

    Recentemente, Iranduba parece ser uma ‘terra sem lei’, como afirmam populares. No momento em que caminhava pela rua Lourenço da Silva Braga, no bairro Centro, na Zona Sul de Manaus, o detento do regime semiaberto Jedson Araújo Pereira, de 27 anos, foi executado por um grupo de suspeitos, com quatro tiros. O crime ocorreu na noite de no último dia 15 de agosto, por volta das 23h30. 

    Já o taxista Lauder Santos Barbosa, foi encontrado morto com um tiro na cabeça dentro do próprio carro, no ramal do Bom Jesus, quilômetro 6 do município. O crime aconteceu por volta das 11h, do dia 12 de agosto. A causa do homicídio ainda não foi descoberta.

    Leia mais: 

    Taxista é assassinado com tiro na cabeça em ramal no Iranduba

    Dupla é encontrada morta com tiros na cabeça em Manaus

    PC-AM divulga nomes e pede ajuda para capturar foragidos de Iranduba