Fonte: OpenWeather

    PEDOFILIA


    Em Manaus, idoso é preso após estuprar neta de 14 anos

    Naquela época, a mãe e a avó saiam para trabalhar, e a adolescente ficava a sós com o avô

     

    Delegada Joyce Coelho, titular da Especializada
    Delegada Joyce Coelho, titular da Especializada | Foto: Divulgação

    Manaus (AM) - A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), cumpriu nesta terça-feira (31), por volta das 9h, em um ramal localizado na rodovia AM-010, mandado de prisão em razão de sentença condenatória em nome de um homem de 66 anos, pelo crime de estupro de vulnerável praticado contra a neta dele, de 14 anos, à época.

    De acordo com a delegada Joyce Coelho, titular da Especializada, o homem praticava o abuso enquanto a menina residia com ele, sua mãe e sua avó, no ano de 2016, no bairro Nova Cidade, zona norte.

    Naquela época, a mãe e a avó saiam para trabalhar, e a adolescente ficava a sós com o avô.

    Durante esse tempo, ele submetia a menina a cometer diversos atos libidinosos sob ameaça, incluindo manter os abusos em segredo. Porém, a vítima contou para o pai e esse procurou a Especializada para o registro de ocorrência”, explicou Joyce.

    A sentença condenatória, que corresponde a 18 anos de prisão, foi assinada pelo juiz Ian Andrezzo, da 1ª Vara Especializada em Crimes Contra a Dignidade Sexual de Crianças e Adolescentes.

    Procedimentos

    O idoso responderá pelo crime de estupro de vulnerável, e após os procedimentos cabíveis na unidade policial, ele será encaminhado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde permanecerá a disposição da justiça.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Em Manacapuru, padrasto é preso por estupro de vulnerável

    IML tem laboratório exclusivo para casos de estupros no Amazonas

    Idoso é preso em Manaus por estuprar três netas de 5, 6 e 7 anos