Fonte: OpenWeather

    Homicídio


    Em menos de 24h, facção executa quatro rivais com 41 tiros em Manaus

    As mortes podem ter ligação com a briga entre facções rivais que disputam pontos de drogas na capital amazonense

     

    Os corpos foram removidos pela equipe do IML
    Os corpos foram removidos pela equipe do IML | Foto: Suyanne Lima

    Manaus - Nas últimas semanas uma onda de violência tem assolado as ruas do bairro Jorge Teixeira, na Zona Leste de Manaus. Quatro mortes violentas, todas por armas de fogo, foram registradas na localidade nas últimas 24 horas. Juntas as vítimas foram assassinadas com 41 tiros.

    As mortes são o reflexo de que está ocorrendo uma intensa disputa por pontos de vendas de drogas. Gritos de desespero de familiares e dor pela perda violenta de jovens compuseram os cenários de crime nestas últimas horas. 

     Uma das vítimas identificada como Mailon da Silva Trindade, de 23 anos, foi assassinada com 17 tiros. Já Douglas Rodrigues Pinto, de 23 anos, foi morto com nove tiros. Os crimes ocorreram entre a noite de quinta-feira (3) e a madrugada desta sexta-feira (4). 

    Conforme a Polícia Civil, Mailon foi assassinado na rua São Pedro. O crime aconteceu por volta das 21h15. A mãe da vítima contou à polícia que o jovem estava acompanhado de outro rapaz quando foi surpreendido por criminosos, em um carro de cor branca, que se aproximaram e efetuaram vários disparos contra ele. O segundo homem não foi ferido. 

    Mailon chegou a ser encaminhado ao Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, na Zona Leste, mas já chegou sem vida na unidade. 

    Já durante a madrugada desta sexta-feira (3), Douglas Rodrigues Pinto, de 23 anos, foi assassinado na rua das Preciosas. A tia da vítima formalizou a ocorrência e informou aos policiais que Douglas foi surpreendido por "pistoleiros", que estavam em uma motocicleta modelo Honda Bros, de cor e placa não identificadas.

    O rapaz foi atingido por nove tiros e levado também ao Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, onde não resistiu aos ferimentos.  Os corpos das duas vítimas foram encaminhados ao necrotério da unidade hospitalar, onde foram removidos pela equipe do Instituto Médico Legal (IML). 

    Duplo homicídio

     

    Familiares estiveram totalmente abalados nos locais de crime
    Familiares estiveram totalmente abalados nos locais de crime | Foto: Suyanne Lima

    Mais dois homens morreram no bairro, totalizando as 24 horas sangrenta na localidade. Ricardo Breno Dias, de 22 anos, e Rociele Cordeiro, de 34 anos, foram executados a tiros na tarde de quinta-feira (2), por volta das 15h30, na rua Cubio. Ao todo, os dois foram atingidos com 15 disparos, sendo nove em um e seis no outro. 

    Conforme testemunhas, os dois estavam em via pública quando foram surpreendidos por quatro criminosos em um veículo modelo Celta, de cor vermelha, que efetuaram vários tiros contra eles.  

    Após alvejar Ricardo e Rociely, os suspeitos fugiram sem serem identificados. No local, os familiares das vítimas estavam em total desespero. A mãe de um deles precisou ser amparada por familiares e chegou a colocar um travesseiro na cabeça do filho, no momento da remoção do corpo. 

    As quatro mortes são investigadas pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). Há informações que as execuções são decorrentes de um processo de "retomada de poder" da antiga facção criminosa Família do Norte, agora conhecida como Cartel do Norte, que quer tomar os pontos de vendas de drogas no bairro.

    Pichações com a sigla de uma outra facção foram riscadas na área e substituídas pela do Cartel do Norte. Moradores da área, temendo represálias, preferem manter o silêncio sobre a atual situação da violência na localidade. 

    Leia Mais

    Jovem morre com bala perdida enquanto jogava lixo em Manaus

    CDN invade Jorge Teixeira para matar rivais do CV em Manaus]

    Amazonas foi o único estado do país a registrar aumento de homicídios