Fonte: OpenWeather

    Acerto de contas


    Pedreiro é agredido até a morte em comunidade de Manaus

    A mãe da vítima esteve no local e falou que o filho era usuário de drogas, mas a ajudava em casa

     

    | Foto: Divulgação

    MANAUS - O pedreiro Alessandro de Oliveira Souza, de 29 anos, foi encontrado morto com sinais de agressão física, na manhã desta quarta-feira (8), rua Latão, comunidade Nobre, bairro Lago Azul, Zona Norte de Manaus. 

    Policiais militares da 26ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram acionados por volta das 6h40.  A suspeita da polícia é que o homem tenha sido agredido em outro local perto e caminhado até a rua Latão.

    Muito abalada, a mãe da vítima, que pediu para não ser identificada, esteve no local e falou que o filho era usuário de drogas, mas a ajudava em casa. 

    "Ele bebia muito e usava drogas, ficou assim depois que separou da mulher. Ele podia ter seus defeitos, mas era meu filho, um bom filho que me ajudava", disse a mulher. 

    A mãe, que mora no mesmo local, onde o crime aconteceu, disse que viu as pessoas que estavam com o filho, porém não quis passar mais informações por medo de represálias. O corpo de Alessandro foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML).

    O assassinato é investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). A polícia trabalha com a hipótese de acerto de contas motivado pelo tráfico de drogas, levando em consideração o relato da mãe da vítima. 

    Leia mais:

    Criminosos matam um e deixam dois baleados em comunidade de Manaus

    Homem é preso com ouro ilegal avaliado em mais de R$ 50 mil no AM

    Casal é levado para área deserta e executado à queima-roupa em Manaus