Fonte: OpenWeather

    Jorge Teixeira


    Membros de facção morrem ao trocar tiros com polícia em Manaus

    Os homens, conforme a polícia, estavam planejando um ataque contra criminosos rivais

     

    Durante a troca de tiros, Railson, Jefferson e Francisco foram baleados
    Durante a troca de tiros, Railson, Jefferson e Francisco foram baleados | Foto: Divulgação

    Manaus - Uma troca de tiros entre a polícia e membros de uma facção criminosa, na noite desta terça – feira (7), resultou na morte de três homens, em Manaus.

    Railson Jhokaf dos Santos, 23, Jefferson Leal Rodrigues, 30, e Francisco Paulino de Carvalho Júnior (21) e outros comparsas estariam a caminho de promover um ataque contra uma facção rival, na rua A3, na comunidade Santa Inês, bairro Jorge Teixeira, zona leste da cidade.

    De acordo com a polícia, por volta das 22h30, ao perceberem a aproximação da guarnição no local, os criminosos começaram a efetuar disparos contra a viatura. A polícia revidou.

    Durante a troca de tiros, Railson, Jefferson e Francisco foram baleados. Eles chegaram a ser encaminhados ao Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, mas não resistiram aos ferimentos. O restante do grupo conseguiu fugir.

    Já no hospital Platão Araújo, familiares compareceram para reconhecer os corpos e ficaram revoltados com a ação policial. Eles pedem uma investigação sobre os fatos. Mas, segundo a polícia, era de conhecimento dos familiares a participação desses homens no mundo do crime.

    “A família sabia do envolvimento deles com o tráfico. Mas, como são familiares, eles acabam tentando encobrir os crimes e, infelizmente, eles morreram no confronto com os policiais militares”, disse o tenente Carvallan. 

    No boletim de ocorrência, registrado na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), por volta de 01h desta quarta-feira (8), a esposa de Jefferson Rodrigues relatou que estava na casa da sogra quando ouviu os disparos e, ao sair para verificar o ocorrido, soube que três corpos estariam em uma viatura da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), horas depois foi informada que se tratava do esposo e dos outros dois homens.

    Ainda conforme o boletim, registrado pelos familiares, a mãe de Railson dos Santos informou que ficou sabendo da morte do filho pela outra filha, mas desconhecia as circunstâncias do fato.

    Com o trio, a polícia encontrou um revólver calibre 32, uma pistola calibre 22, uma espingarda, além de 34 munições. O caso foi registrado no 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde os policiais encaminharam três armas de fogo apreendidas. 

    Leia mais: 

    Pedreiro é agredido até a morte em comunidade de Manaus

    Homem é preso com ouro ilegal avaliado em mais de R$ 50 mil no AM

    Criminosos matam um e deixam dois baleados em comunidade de Manaus