Fonte: OpenWeather

    Feminicídio


    Marido é suspeito de assassinar técnica de enfermagem em Manaus

    O corpo de Lucilene Gonçalves foi encontrado no porta malas de seu carro, no bairro São Raimundo, zona Oeste de Manaus.

     

    Corpo estava no porta malas do próprio carro da vítima.
    Corpo estava no porta malas do próprio carro da vítima. | Foto: Divulgação

    Manaus – Mais um caso de feminicídio choca Manaus nesta quinta-feira (16). Desta vez, a vítima foi a técnica de enfermagem Lucilene Gonçalves de Souza, 45, encontrada morta com diversos hematomas no corpo, dentro do porta malas de um carro, na rua São Sebastião, bairro São Raimundo, Zona Oeste de Manaus. O marido da vítima é suspeito pelo crime.

    Ao perceber que o carro estava parado no local há algum tempo, pedestres acionaram os policiais da 5ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que isolaram a área, nas proximidades do cemitério Santa Helena.

    Dormindo com o inimigo

    De acordo com a Polícia, o marido da vítima, cujo nome ainda não foi revelado, também teria ligado para a filha, avisando que o corpo da mãe estava no carro, modelo Ford, de cor preta e placa OAD 3815, fornecendo inclusive a localização do veículo. Familiares de Lucilene estiveram no local e reconheceram a técnica de enfermagem, após utilizarem uma pedra para quebrar o vidro e ter acesso ao porta-molas onde estava o corpo, que já exalava forte odor. Ainda não há informações sobre as motivações do crime.

     

    Pedestres perceberam que o veículo estava parado e acionaram os policiais da 5 Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que isolaram a área, nas proximidades do cemitério Santa Helena.
    Pedestres perceberam que o veículo estava parado e acionaram os policiais da 5 Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que isolaram a área, nas proximidades do cemitério Santa Helena. | Foto: Divulgação

     

    Ação Policial

    Além dos hematomas, a vítima estava enrolada em uma toalha vermelha, mas sem marcas de perfurações.  O Departamento Técnico de Polícia Científica (DTPC), esteve na área e a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros segue investigando o caso. O Instituto Médico Legal (IML) realizou a remoção do corpo. 

    Leia mais: 

    Jovem morta por psicopata envia áudio para mãe antes de morrer; ouça

    Criança de 5 anos é morta com tiro na cabeça por facção; veja o vídeo

    Golpistas utilizam 'chip em branco' para invadir celular de vítimas