Fonte: OpenWeather

    Adeus Lucilene


    Dor e revolta marcam velório de mulher assassinada pelo marido no AM

    Inconformada, a família pede justiça pela morte de Lucilene

     

    Lucilene foi encontrada morta com diversos hematomas no corpo
    Lucilene foi encontrada morta com diversos hematomas no corpo | Foto: Divulgação

    Manaus (AM)– Dor e revolta marcaram a despedida dos familiares durante o velório da Técnica de Enfermagem Lucilene Gonçalves de Souza, de 45 anos, na manhã desta sexta–feira (17), na rua Ambrósio Aires, bairro São Jorge, zona Oeste de Manaus, em uma igreja evangélica.

    Ela foi encontrada morta com diversos hematomas no corpo e uma toalha vermelha na cintura, dentro do porta malas de um carro, na rua São Sebastião, bairro São Raimundo, Zona Oeste de Manaus, nesta quinta–feira (16). O marido da vítima, identificado como “Gilcinei” é suspeito pelo crime.

    “Era uma situação muito complicada pelo ciúme. Minha tia era uma mulher batalhadora e sempre correu atrás das coisas dela com muito sacrifício. Jamais imaginamos que fosse terminar assim, que ele faria isso. Minha tia já estava há quase 30 anos com ele”, disse Natasha Mazília, 27 anos, sobrinha da vítima, que ressaltou que a família ouvia falar das brigas entre o casal.

     

    A sobrinha da vítima falou com a imprensa
    A sobrinha da vítima falou com a imprensa | Foto: Reprodução

    Ainda de acordo com ela, os familiares não vão parar até que o criminoso seja punido. “Ele foi tão covarde, que ligou para uma amiga para dar a notícia. A gente acredita que ele tenha fugido para o interior do Amazonas. Eu sei que minha tia não foi a primeira e nem a última. É muito doloroso. Queremos justiça”, afirmou.

    Pequenas coisas

     

    O velório foi marcado com a revolta da família
    O velório foi marcado com a revolta da família | Foto: Reprodução

    A sobrinha da vítima também fez um apelo para as mulheres que sofrem com a violência doméstica.

    “Conheça a pessoa com que você está se relacionando. Mulheres, por favor, reparem nos mínimos detalhes que, no futuro, fazem toda a diferença. Às vezes, o namorado, o marido chega e aperta o braço, puxa o cabelo, fala um palavrão. Essas pequenas coisas, podem se tornar fatais, como aconteceu com a minha tia”, lembrou Natasha. 

    Corpo encontrado 

    Nesta quinta – feira (16), ao perceber que o carro, modelo Ford, de cor preta e placa OAD 3815, estava parado no local há algum tempo e pedestres acionaram os policiais da 5ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que isolaram a área, nas proximidades do cemitério Santa Helena.

    Familiares de Lucilene estiveram no local e reconheceram a técnica de enfermagem, após utilizarem uma pedra para quebrar o vidro e ter acesso ao porta -molas onde estava o corpo, que já exalava forte odor. 

    Veja a transmissão com o repórter Carlos Araújo:

    Familiares da Técnica de Enfermagem morta pelo marido pedem justiça | Autor: Portal Em Tempo
     
    Familiares da Técnica de Enfermagem morta pelo marido pedem justiça Parte 02 | Autor: Portal Em Tempo
     


    Leia mais: 

    Jovem de 17 anos é morta a mando do namorado traficante em Manaus 

    Jovem é assassinada e encontrada morta em cova rasa no Iranduba 

    <<<<<<< HEAD ======= >>>>>>> e5a666b371d90e4920345db9572e28a6ed1fabe8