Fonte: OpenWeather

    Foragidos


    Donos do Vitória são procurados pela morte de sargento em Manaus

    O casal é considerado foragido por ser suspeito de mandar matar o sargento do Exército Lucas Ramon Silva Guimarães. O crime teria sido passional

     

    O casal está sendo procurado pela Polícia Civil
    O casal está sendo procurado pela Polícia Civil | Foto: Reprodução

    MANAUS - A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) considera o Joabson Agostinho Gomes e Jordana Azevedo foragidos da justiça por envolvimento no assassinato do sargento do Exército Brasileiro Lucas Ramon Silva Guimarães, de 29 anos. O casal é proprietário da rede de supermercados Vitória.

      De acordo com a delegada Marna de Miranda, adjunta da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Joabson descobriu que a esposa dele estava tendo um relacionamento extraconjugal com Lucas e, por isso, teria encomendado a morte do sargento.  

    Jordana, conforme a polícia, é procurada pelo homicídio por saber que Lucas seria morto e não ter evitado o homicídio. O casal fugiu na noite de segunda-feira (20). A delegada declara que há fortes indícios de que a operação tenha sido vazada, pois ao cumprir mandados de busca e apreensão na casa dos suspeitos, a equipe policial foi recebida pelos advogados. 

    "

    Representamos pela prisão temporária do casal que foi deferida pela Justiça. No entanto, hoje durante as diligências na casa deles fomos recebidos por advogados. Há indícios de vazamento dessa operação. "

    Marna de Miranda, Delegada-adjunta da DEHS

     

    Além disso, as investigações apontam que a mulher desviava dinheiro da rede de supermercados Vitória. Jordana ainda chegou a passar uma quantia de R$ 200 mil a Lucas. Um tempo depois, ele chegou a devolver o valor para a mulher. 

    "Alguns desses valores ela chegou a dar para o Lucas guardar. No entanto, ele teria devolvido uma quantia de R$ 200 mil que foi entregue no batalhão do Exército a um funcionário da rede de supermercados. Os dois estavam juntos desde dezembro de 2020 quando se conheceram durante as negociações da gráfica de Lucas e da rede de supermercados", explicou a delegada.

    A autoridade policial informou que Joabson descobriu a traição ao mexer no celular de Jordana. Após ele ameaçar Lucas, a vítima teria contratado até seguranças particulares.

    Um homem, funcionário da rede de supermercados, foi preso por por posse ilegal de arma e munições. Ele se apresentou como segurança do Vitória. 

    "Realizamos buscas nas unidades do supermercado e apreendemos uma arma roubada com um dos funcionários, que se apresentou como segurança do estabelecimento, localizado na avenida Torquato Tapajós, na Zona Centro-Oeste, e munições na unidade do bairro Coroado, na Zona Leste", afirmou.

    Leia mais: 

    Militar morreu por ter caso com mulher do dono do supermercado Vitória

    Dono de supermercado é suspeito de mandar matar sargento em Manaus

    Sargento do Exército é morto a tiros dentro de cafeteria em Manaus