Fonte: OpenWeather

    Caso Lucas Guimarães


    Donos de Supermercado apresentam-se à polícia em Manaus

    O casal suspeito de envolvimento em assassinato de um sargento, por suposto triângulo amoroso, apresentou-se à delegacia

     

    Os dois são suspeitos de participação na morte do sargento do Exército Brasileiro
    Os dois são suspeitos de participação na morte do sargento do Exército Brasileiro | Foto: Reprodução

    MANAUS (AM) - O casal Joabson Agostinho Gomes e Jordana Azevedo, donos da rede de Supermercados Vitória, se apresentaram na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), no início da tarde desta terça-feira (21). Os dois são suspeitos de participação na morte do sargento do Exército Brasileiro, Lucas Ramon Silva Guimarães, de 29 anos. 

      Mandados de prisão preventiva haviam sido expedidos nos nomes dos empresários pela suspeita de participação na morte do sargento, informou a Delegada-adjunta da DEHS, Marna de Miranda. De acordo com as linhas de investigação, Joabson descobriu que a esposa dele estava tendo um relacionamento extraconjugal com Lucas e, por isso, teria encomendado a morte do sargento.  

    Joabson e Jordana foram colocados em selas separadas para evitar combinação de informações. Os advogados dos suspeitos acompanham as declarações para a delegada-adjunta da DEHS. 

    Nas primeiras horas da manhã desta terça-feira, a Polícia Civil do Amazonas iniciou diligências para cumprir mandados de busca e apreensão na casa dos proprietários dos Supermercados Vitória e foram recebidos pelos advogados do casal, levantando a hipótese de que a operação tenha sido vazada. O casal era considerado foragido da justiça. 

    Relembre o caso 

    No dia 1° de setembro,  o sargento do Exército Brasileiro e dono de uma cafeteria, Lucas Ramon Silva Guimarães, de 29 anos, foi assassinado a tiros dentro do estabelecimento dele, situado na avenida Ayrão, bairro Praça 14 de Janeiro, Zona Sul de Manaus. 

    Testemunhas informaram que um suspeito chegou ao lugar em uma motocicleta, estacionou o veículo e entrou no estabelecimento. No lugar, ele teria chegado a perguntar pela vítima e ao identificar Lucas efetuou tiros contra ele. 

     Após o crime, o suspeito fugiu. A vítima foi atingida na cabeça e ainda chegou a ser levada a um hospital particular - de propriedade do sogro de Lucas - situado ao lado do estabelecimento comercial, mas não resistiu aos ferimentos.  

    Leia mais: 

    Militar morreu por ter caso com mulher do dono do supermercado Vitória

    Donos do Vitória são procurados pela morte de sargento em Manaus

    Dono de supermercado é suspeito de mandar matar sargento em Manaus

    <<<<<<< HEAD ======= >>>>>>> e5a666b371d90e4920345db9572e28a6ed1fabe8