Fonte: OpenWeather

    Assassinato


    "Batoré" é executado em plana luz do dia por criminosos em Iranduba

    Conforme a família, Batoré era usuário de drogas e já tinha sido preso pelo crime de roubo

     

    | Foto: Suyanne Lima

    IRANDUBA (AM) - Após ser surpreendido por "pistoleiros", o catador de latinhas Jhonatas Cardoso Melo, de 27 anos, o "Batoré", foi executado a tiros na manhã desta sexta-feira (1°) na rua Sabiá, do bairro Novo Amanhecer, em Iranduba (distante 27 quilômetros de Manaus).

    Conforme testemunhas, foram ouvidos disparos na localidade e, logo depois, a população encontrou o corpo da vítima. Uma ambulância ainda chegou ao local do crime, mas os profissionais de saúde apenas constataram o óbito de Batoré. Devido a ele ser morador da área, rapidamente os familiares chegaram na localidade.

    "Ele era usuário de drogas e tinha dois filhos.  Infelizmente os filhos de hoje em dia não escutam conselhos dos pais. Eu sempre falava para ele sair dessa vida errada. Meus filhos foram criados comigo e nunca me viram fazer esse tipo de coisa. Sempre fui um cara honesto", declarou o pai da vítima, Manoel Roberto de Melo, de 71 anos. 

     

    | Foto: Suyanne Lima

    O pai de Jonatas informou que ele já tinha sido preso pelo crime de roubo. As circunstâncias e motivação do crime serão investigadas pela equipe do 31° Distrito Integrado de Polícia (DIP).

    O corpo de Jonatas será removido pela equipe do Instituto Médico Legal e  passará por exame necroscópico.

    Veja a reportagem no local do assassinato 

    Homem é executado a tiros em Iranduba | Autor: Portal Em Tempo
     

    Leia mais:

    Homem é executado por criminosos disfarçados de mototaxistas em Manaus

    Homem é executado em plena luz do dia na Eduardo Ribeiro, em Manaus

    'Justiceiro' mata a tiros suspeito de assalto no Colônia Terra Nova


    Comentários