Fonte: OpenWeather

    Polícia nas ruas


    Operação "Natal da Esperança" intensifica policiamento ostensivo no AM

    Em Manaus, efetivo nas ruas terá reforço diário de 280 policiais militares neste período que antecede e após festas de fim de ano

     

    | Foto: César Gomes

    Manaus (AM) - O governador Wilson Lima lançou, nesta segunda-feira (22), na praça Heliodoro Balbi, no Centro, zona Sul de Manaus, a operação "Natal da Esperança", que vai reforçar o policiamento ostensivo nas ruas da capital e intensificar a atuação preventiva da Polícia Militar do Amazonas (PMAM) em todo o estado durante o período de final e início de ano. 

    Em Manaus, esse reforço será de mais de 280 policiais militares, por dia, que serão distribuídos proporcionalmente em todas as zonas. A tropa vai atuar conforme a análise dos índices criminais dos pontos mais sensíveis da capital. 

    A operação Natal da Esperança, que seguirá até o dia 6 de janeiro de 2022, tem o objetivo de atuar na prevenção e repressão de crimes no período em que há maior circulação de dinheiro em áreas comerciais e de serviços, devido o pagamento do décimo terceiro salário e compras para as festas de fim de ano. Há, tradicionalmente, um aumento do fluxo de pessoas nas lojas, bancos e lotéricas, o que demanda maior atenção das forças de segurança.

    A PMAM atuará com patrulhamento a pé e motorizado nas principais vias, além de fortalecer outras operações que a corporação realiza com regularidade, como as operações Catraca, Águia, Onça e Rota Segura, ampliando a presença nas zonas sul, norte, oeste, centro-sul e leste de Manaus.

    Paredão 

    Neste ano, a operação de fim de ano conta com reforço do cerco inteligente, com uso de um moderno sistema de videomonitoramento. O sistema, batizado de Paredão, faz parte do programa Amazonas Mais Seguro, coordenado pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), e conta com 500 câmeras instaladas em pontos estratégicos da capital.

     

    | Foto: Suyanne Lima

    Com início das atividades em 22 de outubro deste ano, o Paredão já apresenta resultados importantes para o combate ao crime. Neste primeiro mês, 58% dos veículos apreendidos pelas forças de segurança foram recuperados com auxílio do Paredão. Isso significa que, de cada dez carros apreendidos, seis foram com a ajuda do sistema de videomonitoramento.

    Os indicadores mostram que as apreensões de veículos aumentaram em 12,4% no período de funcionamento do Paredão, saindo de 129 no ano passado para 145 neste ano.

    O Paredão está interligado ao Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) e pode ser operacionalizado de maneira integrada pelas forças de segurança pública do Estado. O sistema formado por 500 câmeras possui tecnologia capaz de auxiliar na prevenção, investigação e solução de crimes como roubos, furtos e homicídios.

    O sistema permite identificar, avaliar, acompanhar e coordenar ameaças reais ou potenciais, buscando prevenir, neutralizar e reprimir atos criminosos de qualquer natureza que atentem contra à ordem pública e à segurança de pessoas e patrimônios.