Fonte: OpenWeather

    Operação Nômade


    Polícia Federal prende no RJ líderes do Comando Vermelho do Amazonas

    Os criminosos, conforme a PF, estavam morando no Rio de Janeiro, mas participavam ativamente de decisões da facção no Amazonas

     

    | Foto: Divulgação

    Manaus (AM) - A terceira fase da "Operação Nômade", deflagrada pela Polícia Federal nesta terça-feira (23), prendeu no Rio de Janeiro líderes do Comando Vermelho do Amazonas. A ação foi realizada nas comunidades Fallet e Fogueteiro, na Região Central do Rio.

    A operação tem o objetivo de investigar fatos relacionados a possíveis práticas de crimes, como pertencimento a organização criminosa e tráfico de drogas. A investigação contou com o apoio da Secretaria de Administração Penitenciária do Amazonas.

    A Justiça Estadual no Amazonas deferiu representação da Polícia Federal e expediu mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva, os quais foram cumpridos nessa etapa da investigação criminal no Rio de Janeiro, com apoio de policiais do Comando de Operações Táticas da PF, da Delegacia de Repressão a Entorpecentes do Rio de Janeiro e do Grupo de Pronta Intervenção da PF no Rio de Janeiro.

    A investigação localizou lideranças da facção denominada Comando Vermelho do Amazonas, que estavam morando no Rio, de onde agiam ativamente na tomada de decisões da organização criminosa. Entre os presos encontra-se o principal líder desta facção criminosa.

    Os investigados poderão responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes supramencionados, cujas penas, somadas, podem ultrapassar os 20 anos de prisão

    A terceira fase da operação Nômade contou com a participação de mais de 40 policiais federais.

    Leia mais:

    Com recado do CV, homem é morto e jogado nu em rodovia no Amazonas

    Pistoleiro do Comando Vermelho é preso no Amazonas

    Vídeo: membros do CV tocam terror e marcam território em Cacau Pirêra