Fonte: OpenWeather

    Crime


    Líder LGBTQI+ é baleado durante comício de Keitton Pinheiro, em Coari

    Segundo testemunhas, os responsáveis pelos disparos chegaram próximo ao grupo em que a vítima estava e afirmaram que era um assalto. Após atirarem, saíram sem levar pertences

     

    A família de Nascimento afirma que não acredita que seja uma tentativa de assalto, e sim um atentado contra a vítima
    A família de Nascimento afirma que não acredita que seja uma tentativa de assalto, e sim um atentado contra a vítima | Foto: Reprodução

    Coari (AM) - O líder do movimento LGBTQI+ em Coari (AM), Marcos Peres do Nascimento, levou um tiro nas costas na noite de quarta-feira (24), enquanto saía com amigos do comício de Keitton Pinheiro (PP), candidato a prefeitura do município, no bairro Nazaré Pinheiro, em Coari (AM).

      Segundo testemunhas, os responsáveis pelos disparos chegaram próximo ao grupo e afirmaram que era um assalto, efetuando os disparos na direção dos amigos. Um dos tiros atingiu as costas de Marcos, deixando os companheiros desesperados.  

    Veja o vídeo do momento após o tiroteiro:

    Capa do Vídeo
    | Autor:
     

    O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e levou o representante do movimento LGBT para o Hospital Regional de Coari, onde ele passou por uma cirurgia. Segundo o último boletim médico, ele passa bem, está em observação e não corre risco de vida.

    A família de Nascimento afirma que não acredita que seja uma tentativa de assalto, e sim um atentado, pois nenhum pertence da vítima foi levado, como celular e dinheiro.

    Ainda não há informações dos responsáveis pelo crime. A reportagem do Portal Em Tempo procurou a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) para saber como está o andamento das investigações. 

    Em resposta, de acordo com a delegada Ana Oliveira, que está respondendo interinamente pela Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Coari, até o momento não há registro de Boletim de Ocorrência (BO), referente ao caso.

    "Contudo, de acordo com informações preliminares das equipes da Polícia Militar do Amazonas (PM-AM), que estavam no local no momento do disparo, possivelmente trata-se de uma arma caseira, porém, ainda não há testemunhas que confirmem a informação, e nem identifiquem o autor do disparo", disse a nota.

    Conforme a delegada, as equipes de investigação da DIP iniciaram as diligências para apurar mais informações sobre o caso.

    Leia mais: 

    Coari: ação judicial de Keitton Pinheiro impede entrega de auxílio

    CONTEXTO: Impugnação em Coari, Tropas federais e mais

    Jornalista é proibida de entrar em Fórum Eleitoral de Coari