Fonte: OpenWeather

    Prisão


    Mãe e padrasto de menino que desapareceu na mata são presos no AM

    A prisão dos dois é temporária e foi solicitada à Justiça após pontos "obscuros" na investigação. Segundo a polícia, o garoto segue desparecido

     

    O pequeno Gabriel foi visto pela última vez no dia 19 de dezembro
    O pequeno Gabriel foi visto pela última vez no dia 19 de dezembro | Foto: Reprodução

    Manacapuru (AM) - Michele dos Santos Souza, de 23 anos, e Francisco Delfim Teles Chaves, de 54 anos, mãe e padrasto do pequeno Gabriel Souza Chaves, de 11 anos, foram presos preventivamente nesta terça-feira (30), por pontos "obscuros" nas investigações a respeito do desparecimento do garoto, visto pela última vez em uma área de mata do município de Manacapuru, a 68 quilômetros da capital, no dia 19 de novembro. 

    A delegada Roberta Merly, responsável pela Delegacia Especializada de Polícia (DEP) de Manacapuru, ainda não há informações do paradeiro da criança e a força tarefa para encontrar o menino continua ocorrendo. 

    "

    Estávamos trabalhando com a teoria que Gabriel estava desaparecido. Mas após retorno de algumas equipes que realizaram buscas na comunidade, nós encontramos alguns pontos obscuros que não fechavam, e por isso pedimos a prisão temporária do casal "

    , explicou a delegada.

     

    Conforme a conselheira tutelar Milca Ruiz, o padrasto e a mãe da criança foram presos nesta tarde, após serem convocados para serem ouvidos na unidade policial. As ordens judiciais foram cumpridas dentro da delegacia. 

    Relembre o caso

    Para não apanhar do padrasto após um desentendimento, no dia 19 deste mês,  por volta das 8h, o menino Gabriel correu segundo os familiares, com um terçado para uma área de mata nos fundos de sua casa, na comunidade Lago do Jacaré, na Zona Rural do município e desapareceu. 

      Várias equipes já realizaram buscas pelo menino, mas apenas rastros foram encontrados. A autoridade policial informou também, que a família alega que a criança possui deficiência mental, mas não há comprovação médica. Informes colhidos durante interrogatório com comunitários, apontam que o menino sofre agressões físicas por parte de seu padrasto.  

    As investigações acerca do caso estão em andamento e mais informações não foram repassadas.

    Leia mais 

    Busca por criança desaparecida em área de mata em Manacapuru continua

    Criança corre para não apanhar de padrasto e desaparece em mata no AM

    Condenado a 12 anos, homem é preso por abusar dos filhos no AM