Tribunal do tráfico


Vídeo: homens são mortos em 'tribunal do crime' após estuprar criança

A mãe torturou a criança após saber que o companheiro estava envolvido no crime. Ela, segundo a polícia, queria que apenas o vizinho fosse acusado do estupro

Além de sofrer o abuso sexual, a criança foi torturada pela mãe para não delatar o padrasto
Além de sofrer o abuso sexual, a criança foi torturada pela mãe para não delatar o padrasto | Foto: Reprodução

Dois homens foram executados no "tribunal do crime", após serem acusados de estuprar uma criança de 9 anos. Um dos suspeitos era padrasto da criança e o outro vizinho. O crime aconteceu no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro. 

Segundo informações, a mãe saiu de casa e deixou a criança com o padrasto. Ao retornar para a residência, a vítima contou para mãe sobre o ocorrido, mas, ao saber que um dos envolvidos era o companheiro, segundo o promotor de justiça Sauvei Lai, ela não acreditou e torturou a filha, batendo na cabeça dela com um martelo.

A mulher também deu socos e pisou no rosto da criança. Na Delegacia foi apurado que as agressões eram para obrigar a criança a culpar apenas o vizinho e livrar o padrasto.

Entretanto, a informação chegou até aos traficantes do complexo, dominado pela facção criminosa Comando Vermelho, que ouviram a menina e condenaram à morte os suspeitos.

A mãe da menina foi torturada com marretadas nos pés, joelhos e nos braços.  Ela será indiciada por crimes de tortura. 

Confira a reportagem sobre o crime 

Leia mais:

Grávida é morta a tiros em frente de boate em Manaus 

Após trair facção, homem é executado com 5 tiros em Manaus

Bandido 'toca o terror' durante assalto na linha 443 em Manaus