Execução


Vídeo: líder de facção é executado na frente da filha de 5 anos

Quando viu o outro criminoso, a vítima soltou a mão da filha, que saiu correndo e foi protegida por uma mulher que estava por perto

A polícia ainda não conseguiu identificar o atirador
A polícia ainda não conseguiu identificar o atirador | Foto: Divulgação

O líder de uma facção criminosa no Rio Grande do Sul foi assassinado enquanto passeava com a filha em uma praça de Porto Alegre, na tarde deste domingo (11). Gustavo da Silva Deporte era conhecido como "Queimado" e tinha 46 anos.

O crime aconteceu na avenida Nestor Valdman, no bairro Jardim Itu. O homem foi surpreendido por um atirador que desceu de um carro branco segurando a arma. Segundo o delegado da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), foram disparados ao menos seis tiros de pistola calibre 9 milímetros.

Quando viu o outro criminoso, a vítima soltou a mão da filha, que saiu correndo e foi protegida por uma mulher que estava por perto. A polícia ainda não conseguiu identificar o atirador. A principal suspeita é que o crime esteja vinculado à disputa entre facções.

Queimado era condenado a 33 anos de prisão por roubo a banco, homicídio e clonagem de veículos. Ele estava em liberdade, mas monitorado por tornozeleira eletrônica.

Veja a reportagem 

| Autor: Divulgação
 

Leia mais 

Após perseguição policial, criminoso causa acidente e foge em Manaus

Após roubar TV, suspeito é perseguido por vítima e morto a tiros no AM

Após perseguição, homem é preso com submetralhadora na Zona Oeste