Fonte: OpenWeather

    Vacina Covid-19


    Aécio protocola projeto que pune quem recusar vacina contra covid-19

    Quem recusar a se vacinar não poderá inscrever-se em concursos públicos, receber remuneração de empresa pública, participar de concorrências, fazer empréstimo e retirar passaporte ou RG

     

    | Foto: Dida Sampaio / Estadão Conteúdo

    O deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG) protocolou, na terça-feira (27), um projeto de lei (PL) que penaliza quem se recusar a se vacinar contra o novo coronavírus (Covid-19).

    O PL n°5040/20 determina que aos que se recusaram a se vacinar não poderão inscrever-se em concursos públicos, receber remuneração de empresa pública, participar de concorrências, obter empréstimo de bancos estatais e retirar passaporte ou carteira de identidade. 

    Em sua justificativa, Aécio compara uma pessoa que se recusa ser vacinado a um cidadão que não cumpre suas obrigações eleitorais. Por isso, quem optar por não ser vacinado sofrerá as mesmas sanções de um eleitor que não vota, não justifica sua ausência e não paga a multa aplicada pela Justiça Eleitoral. 

    * Com informações da Veja

    Leia mais: 

    Não podemos deixar espaço para que o STF decida sobre vacina, diz Maia

    Rússia inicia produção de segunda vacina contra a Covid-19

    Bolsonaro diz não entender para que correr atrás de vacina