Acidente fatal


Homem que matou ciclista Marina Harkot se entrega à polícia

Empresário escondeu carro usado no atropelamento e não prestou socorro à vítima depois da colisão

O motorista é o empresário José Maria da Costa Júnior, de 33 anos | Foto: divulgação

O motorista é o empresário José Maria da Costa Júnior, de 33 anos
O motorista é o empresário José Maria da Costa Júnior, de 33 anos | Foto: divulgação


O suspeito de atropelar e matar a cicloativista e cientista social Marina Harkot no último final de semana se entregou à Justiça na tarde desta terça-feira (10).

O motorista é o empresário José Maria da Costa Júnior, de 33 anos. O suspeito do atropelamento chegou a esconder o carro depois da ação e saiu pela porta da frente da delegacia. 

Caso sua prisão seja decretada, isso só poderá ser feito depois das eleições no próximo domingo (15). Por lei, prisões apenas podem ser efetuadas em flagrante até a próxima terça (17).

O local onde o empresário escondeu o carro fica a cerca de 5 km do local do atropelamento, que foi em Pinheiros, zona oeste paulistana. O automóvel estava com o para-brisa quebrado e José Maria fugiu do local do crime sem prestar socorro.

A polícia fez buscas em Minas Gerais, já que o registro do automóvel vinha daquele estado, na cidade de Inconfidentes. Ontem (9), conseguiram dados do endereço do suspeito em São Paulo. Os agentes acreditam que José Maria estava alcoolizado no momento do acidente.