Fonte: OpenWeather

    Plantação de maconha


    Delegado e família são presos por cultivar maconha no Distrito Federal

    O delegado Marcelo Marinho de Noronha foi detido junto com a esposa e os dois filhos

    Foram apreendidos o equivalente a R$ 3,5 mil em espécie na residência
    Foram apreendidos o equivalente a R$ 3,5 mil em espécie na residência | Foto: Divulgação/PCDF

    Distrito Federal - O delegado Marcelo Marinho de Noronha foi detido na última sexta-feira (4) por tráfico de drogas. Junto com a mulher e dois filhos, a família produzia maconha em um chácara. A Corregedoria-Geral da corporação apreendeu 128 pés de maconha.

    Segundo a Polícia Civil à Justiça do Distrito Federal, a família vai responder por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

    Para chegar à prisão, depois de receber uma denúncia anônima, a polícia investigou o caso por dois meses. No imóvel, na região de Nova Betânia, os agentes encontraram estufas, sementes da espécie cannabis sativa e iluminação artificial, que seria usada para potencializar o crescimento das plantas.

    Além os 128 pés de cannabis e sementes, foram apreendidos R$ 3,5 mil em espécie na residência. Desde maio, o delegado Marcelo de Noronha atua na Comissão Permanente de Disciplina (CPD) da Polícia Civil. Ele já foi diretor da Penitenciária do Distrito Federal II (PDF II) e delegado-chefe da 10ª delegacia de polícia, no Lago Sul.

    *Com informações do G1

    Leia mais:

    Delegado da Polícia Civil é preso por tráfico de drogas

    Motorista é preso com dinheiro e cocaína ao fazer delivery em Manaus

    Suspeitos de tráfico são presos enquanto embalavam drogas no Mauazinho