Fonte: OpenWeather

    Depoimento


    Ex-jogador que atropelou casal e não socorreu assume culpa no RJ

    O homem morreu no local do acidente e a mulher segue em tratamento de recuperação em um hospital do Rio de Janeiro

     

    Marcinho e o pai ao lado do veículo que  causou o acidente
    Marcinho e o pai ao lado do veículo que causou o acidente | Foto: Davi Barros/Globo Esporte

    O lateral-direito Marcinho e o pai do jogador, Sergio Lemos de Oliveira, prestaram depoimento na manhã desta segunda-feira (4). O ex-jogador do Botafogo assumiu que atropelou um casal de professores na noite do último dia 30 de dezembro, e não prestou socorro.

    O depoimento aconteceu na 42ª delegacia da Polícia Civil, no Recreio dos Bandeirantes, bairro da Zona Oeste do Rio de Janeiro. O primeiro a depor foi Sergio, com o jogador de 24 anos sendo ouvido pela polícia logo em seguida.

    De acordo com o delegado Alan Luxardo, que comanda as investigações, eles confirmam que Marcinho era o condutor do veículo no momento do atropelamento, afirmam que ele dirigia em baixa velocidade (aproximadamente 60km/h) e negam que estivesse alcoolizado. 

    "Ele alegou que estava dirigindo em velocidade normal, isso vai ser comprovado com a perícia. E que o casal entrou na frente dele de forma repentina, foi isso que ele alegou. Nós vamos atrás de testemunhas, que já estão identificadas, para verificar essa versão" disse à imprensa o delegado. 

    De acordo com a versão deles, Marcinho acertou Alexandre Silva de Lima em cheio na tentativa de desviar de Maria José Cristina Soares.

    Eles também alegaram à polícia que o ex-jogador do Botafogo fugiu sem prestar socorro porque ficou com medo de ser linchado pelas testemunhas.  

    Alexandre Silva de Lima morreu no local e Maria Cristina José Soares foi internada em estado grave no Hospital Lourenço Jorge. Maria, que tem 66 anos, foi transferida para o Hospital Vitória, onde se recupera de uma cirurgia nas duas pernas. Ela ainda não foi ouvida pela polícia. 

    *Com informações do Globo Esporte

    Leia mais: 

    Paris Saint-Germain confirma caso de Covid-19 no elenco  

    Manaus FC faz melhoras na sede do clube e foca na temporada 2021  

    Brasileira Edina Alves apitará o mundial de clubes em fevereiro