Fonte: OpenWeather

    Homicídio


    Vídeo: homem com transtorno mental é espancado até a morte por turista

    Suspeito de ter cometido o crime, um rapaz de 19 anos, tentou se justificar dizendo que haviam "armado" sua morte e, por isso, teria agido brutalmente ao supostamente se sentir ameaçado pela vítima

     

    | Foto: Divulgação

    Um homem com transtorno mental foi espancado até a morte por um rapaz de 19 anos praticante de artes marciais. O crime aconteceu no último dia 28 de dezembro, na Ilha do Mel, no Paraná. Reinaldo Valentim, conhecido como Nado, tinha 49 anos e era nativo da região

    As autoridades cruzaram com o suspeito em uma trilha enquanto procuravam o corpo da vítima. "Verificamos uma mancha na camisa e ele não tinha nenhum ferimento. Imaginamos que aquele sangue não era dele", relatou Balboni, guarda municipal que encontrou o corpo.

    "Foi de uma violência extrema, só na parte da cabeça. Ficou difícil de reconhecer", contou o agente. "Ele estava juntando latinha, a praia estava vazia. O rapaz já tinha tido um princípio de confusão no camping em que estava", relatou Jheniffer Valentim, sobrinha do homem morto.

    Questionado sobre o que tinha feito, Ian Matthews, morador de Guarulhos (SP), disse que havia golpeado Reinaldo com joelhadas. Encaminhado à delegacia de Paranaguá (PR), ele alegou que estava acompanhado de um grupo criminoso.

    O acusado tentou se justificar dizendo que haviam "armado" sua morte e, por isso, teria agido brutalmente ao supostamente se sentir ameaçado por Nado.

    "Um crime tão violento contra uma pessoa tão indefesa chocou a comunidade inteira. Está todo mundo de luto", desabafou Jheniffer. 

    Veja reportagem

    | Autor: Divulgação
     

    Leia mais

    Primo registra idoso abusando sexualmente de adolescente; veja vídeo

    Vídeo: Homem é flagrado espancando mulher em frente a uma criança

    Mulher recebe flores e caixa com bomba caseira