Fonte: OpenWeather

    CASO HENRY


    Cabeleireira diz que Henry ligou para a mãe após suposta agressão

    'O tio disse que eu atrapalho', teria supostamente dito Henry em uma ligação com a mãe, ouvida pela profissional responsável por atender Monique Medeiros em um salão de beleza

     

    Durante a conversa, a cabeleireira afirmou que a criança perguntou à Monique se estaria atrapalhando a mãe. "O tio disse que eu te atrapalho", teria dito Henry
    Durante a conversa, a cabeleireira afirmou que a criança perguntou à Monique se estaria atrapalhando a mãe. "O tio disse que eu te atrapalho", teria dito Henry | Foto: Divulgação

    Brasil - A cabeleireira responsável por atender Monique Medeiros,  mãe do menino Henry, no dia 12 de fevereiro prestou depoimento na 16ª DP (Barra da Tijuca) nesta quarta (14) para falar sobre o ocorrido. De acordo com o relato, a profissional presenciou a ligação por volta das 16h30, em que a criança relatou as agressões de Dr. Jairinho.

    Segundo o relato, a profissional estava responsável por cuidar dos cabelos de Monique e começou a lavá-los enquanto ela estava no telefone com o filho, Henry. Durante a conversa, a cabeleireira afirmou que a criança perguntou à Monique se estaria atrapalhando a mãe.

    "

    O tio disse que eu te atrapalho "

    Henry Medeiros(supostamente), Filho de Monique

     

    Monique respondeu que não e a criança pediu para que a mãe retornasse para casa. A professora questionou o menino sobre o que havia acontecido. Neste momento, a cabeleireira não pôde ouvir se a criança respondeu que "o tio bateu" ou "o tio brigou". Ela ainda revelou que a babá Thayná filmou o garoto mancando.

    Conversa com a babá

    Após a cena, Monique retorna a questionar o que havia acontecido e a babá responde que não viu "porque a porta estava trancada". A cabeleireira então deixou Monique na "pausa" para a hidratação dos cabelos e retornou cerca de cinco a dez minutos depois, observando que a cliente estava agitada.

    No novo ambiente, ela participou de uma outra chamada telefônica - que a profissional não sabe se foi ela quem fez ou recebeu o telefonema. De acordo com ela, Monique já iniciou a conversa afirmando:

    "

    Você nunca mais fale que meu filho me atrapalha porque ele não me atrapalha em nada. "

    Monique Medeiros (supostamente), Mãe de Henry

     

    A cabeleireira ainda afirmou que lembra de Monique acrescentar: "Você não vai mandar ela embora, porque se ela for embora, eu vou junto. Porque ela cuida muito bem do meu filho, ela não fez fofoca nenhuma, quem me contou foi ele." O interlocutor, que acredita-se ser o vereador Dr. Jairinho (sem partido), diz "algo" ao que Monique respondeu, exaltada: 

    "

    Quebra, pode quebrar tudo mesmo. Você já está acostumado a fazer isso. "

    Monique Medeiros (supostamente), Mãe de Henry

     

    A profissional ainda conta que a professora gritava no telefone e que encerrar a chamada, ela perguntou se havia algum lugar no shopping onde vendesse câmeras. A cabeleireira então indicou uma loja de eletroeletrônicos. Monique teria se apressado após o episódio, pagando os serviços e indo embora do salão. 

    *Com informações via UOL

    Leia mais

    Caso Henry: relembre crimes contra crianças que chocaram o Amazonas

    Dr. Jairinho e a mãe de Henry ficarão 14 dias isolados em presídios

    Caso Henry: vereador Dr. Jairinho tem salário e mandato suspensos