Fonte: OpenWeather

    Polêmica


    Jovem é expulso de shopping por usar braçadeira com símbolo nazista

    Divulgação de símbolos nazistas é crime com pena de reclusão de um a três anos e multa

     

    Jovem com braçadeira nazista em visto em shopping de Caruaru
    Jovem com braçadeira nazista em visto em shopping de Caruaru | Foto: Reprodução

    Caruaru (PE) - Um rapaz até agora não identificado causou confusão num shopping de Caruaru, agreste de Pernambuco. Ele estava andando dentro do local trajando uma braçadeira vermelha com suástica, símbolo do nazismo, o que configura o crime de apologia ao nazismo.

    Breno Mello, empresário e estudante, gravou o vídeo que viralizou com as imagens do jovem. No vídeo, ele demonstra indignação com o crime do rapaz, dizendo "você nem sabe o que é isso aí que você tá usando". O empresário também prestou queixa ontem (17) numa delegacia de Caruaru.

    De acordo com o artigo 20, inciso 1, da lei nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989, é crime "fabricar, comercializar, distribuir ou veicular símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica ou gamada, para fim de divulgação do nazismo". A pena para o crime é de reclusão de um a três anos e multa.

    O Caruaru Shopping, onde ocorreu o crime, postou nas redes sociais seu posicionamento sobre o caso. Em nota, afirmou que "repudia toda e qualquer apologia ao movimento nazista, que é crime e que assim que tomaram conhecimento do caso, expulsaram de imediato o usuário das dependências do local".

    Leia mais:

    Antifascistas de Manaus fazem nova manifestação neste sábado(13)

    Após gesto supremacista, Bolsonaro diz que irá demitir assessor

    Bolsonaro decide demitir Roberto Alvim da Secretaria de Cultura