Fonte: OpenWeather

    Redes Sociais


    Deputada entra armada em helicóptero para "pegar Lázaro Barbosa"

    "Te cuida, Lázaro. Se o Caiado [governador] não deu conta de te pegar, eu estou indo aí te pegar", diz a deputada no vídeo; veja

     

    O vídeo foi postado por Magda em suas redes sociais
    O vídeo foi postado por Magda em suas redes sociais | Foto: Divulgação

    A deputada federal Magda Mofatto (PL-GO) criticou, neste sábado (19.jun), o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, na gestão das polícias do estado que trabalham para capturar o assassino em série Lázaro Barbosa, 32 anos, foragido há 12 dias. Ele é acusado de matar quatro membros de uma mesma família no Entorno do Distrito Federal. 

    O vídeo postado por Magda em suas redes sociais mostra a deputada, armada, em um helicóptero, com vestimenta camuflada; "Te cuida, Lázaro. Se o [governador Ronaldo] Caiado não deu conta de te pegar, eu estou indo aí te pegar. Comandante, rumo para Cocalzinho [cidade em que as buscas são realizadas]".

    Assista ao vídeo: 

    | Autor: Divulgação
     

    A deputada também foi prefeita do município goiano de Caldas Novas, é empresária e apoia a liberação de porte de armas de fogo para toda a população. Foi relatora do caso Daniel Silveira (PSL-RJ) -- deputado federal preso após ameaçar o Supremo Tribunal Federal (STF) -- em fevereiro deste ano. Magda apresentou parecer favorável à manutenção da prisão do congressista.

    Horas depois, em outro vídeo, ela explicou a "politização" da busca por Lázaro: "o Governo [de Goiás] usou de sua influência na mídia para dizer que eu estava criticando a polícia. É o contrário. Estou criticando como o governador trata a polícia. Falta tudo aos policiais que estão na operação, desde alimentação até hospedagem. Essa é a minha mensagem ao governador @ronaldocaiado [Ronaldo Caiado]", concluiu.

    *Com informações do SBT News

    Leia mais

    Lázaro Ramos reage a jornalista que o confundiu com serial killer

    Oração e vítimas nuas: práticas de Lázaro causaram terror em família

    "Bandidagem tá armada", diz Bolsonaro ao defender armamento