Fonte: OpenWeather

    Tentativa de homicídio


    Adolescente ateia fogo em mulher trans

    Vítima teve ao menos 40% do corpo queimado

     

    Segundo a unidade de saúde,  a vítima tem o quadro de saúde estável
    Segundo a unidade de saúde, a vítima tem o quadro de saúde estável | Foto: Reprodução

    Recife - Um adolescente ateou fogo em uma mulher trans no centro de Recife, em Pernambuco, na madrugada da última quinta-feira (24). A vítima teve 40% do corpo queimado e foi levada ao Hospital da Restauração pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU). Segundo a unidade de saúde,  a vítima tem o quadro de saúde estável, mas ainda não tem previsão de alta.

      Segundo a Polícia Militar de Pernambuco, pouco depois da meia-noite, agentes realizavam um patrulhamento perto do Terminal de Ônibus do Cais de Santa Rita quando foram acionados por populares sobre uma tentativa de homicídio e viram uma pessoa em chamas.  


    Ainda segundo a PM, o suspeito do crime, que é um adolescente, tentou fugir, mas foi apreendido e encaminhado para a Gerência de Polícia da Criança e do Adolescente (GPCA).

      A vítima, Roberta - que não teve o nome completo divulgado- foi alvo de transfobia após um desentendimento com o jovem. Ela conversou com a deputada estadual Robeyoncé Lima, do coletivo das Juntas, que a visitou no hospital na manhã desta sexta-feira (25).  


    Segundo a parlamentar, Roberta vive em situação de rua e mora na área do Cais de Santa Rita.  O caso ganhou repercussão após a deputada estadual pelo mandato coletivo das Juntas, Robeyoncé Lima, denunciar a violência contra travestis. Ela é a primeira advogada travesti do Norte-Nordeste.