Fonte: OpenWeather

    Agressão


    Pai espanca filho de 6 anos por 'perder paciência" com tarefa escolar

    O estado da criança é gravíssimo, o pai foi preso em flagrante

     

    | Foto: Adobe Stock

    Uma criança de 6 anos foi espancada pelo  pai, no domingo (27), em Caratinga (MG), depois de o homem “perder a paciência” enquanto ensinava a tarefa escolar para o menino. A vítima está em estado gravíssimo e corre risco de morte.

    Na versão do agressor, foi uma forma de castigá-lo, ele deu "diversos golpes com um chinelo nas pernas da criança, agrediu com socos na região do rosto, chutes na região das costelas e membros inferiores e em ato contínuo deu uma 'rasteira'  nele".

    A criança caiu e bateu a cabeça em um móvel. O menino ficou inconsciente, "apresentando tremores involuntários em aparente crise convulsiva", conforme o registro policial. O pai providenciou o socorro médico, sendo que a criança deu entrada na UPA em estado gravíssimo, precisou ser entubada e levada para outra unidade de atendimento para tratamento intensivo.

    Nota da polícia

    "A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu em flagrante o pai da criança por tortura e após a prisão o encaminhou ao sistema prisional. Além de ter confessado o crime, o homem, que é o responsável pelo filho, já que mãe da criança é falecida justificou as agressões por estar embriagado. A autoridade policial também ouviu o tio da criança espancada, mas ele negou que estava na casa do suspeito e/ou qualquer envolvimento na ocorrência, e foi liberado. A Polícia Civil segue com as investigações para total esclarecimento dos fatos".

    Pai faz vídeochamada espancando filho e aterroriza ex-mulher 

    Um homem, que não teve o nome divulgado, espancou o próprio filho de apenas 6 anos, com chutes e socos, na noite desta quarta-feira (27), no bairro Alvorada, zona Centro-Oeste de Manaus. As agressões foram filmadas pelo próprio suspeito, que fez questão de mostrar as cenas, por meio de videochamada, para a sua ex-companheira e mãe da criança.

    De acordo com uma pessoa próxima à família que falou ao portal Em Tempo, sob a condição de anonimato, o garoto estava na casa do pai, quando teria mordido uma outra criança. Na ocasião, o suspeito começou a agredir brutalmente o próprio filho, enquanto realizou uma chamada de vídeo para a mãe do menino. Ela ficou aterrorizada com as imagens e resolveu ligar para a polícia. 

    Leia mais

    Pai espanca filho até à morte após perder em jogo de computador

    Caso Henry: vereador Dr. Jairinho é preso suspeito da morte do enteado

    Abuso sexual infantil: como identificar, prevenir e combater